Você está aqui: Página Inicial > Campus Simões Filho > Artigos até 2018 > Outubro Rosa no IFBA Simões Filho
conteúdo

Outubro Rosa no IFBA Simões Filho

publicado: 29/06/2017 12h03, última modificação: 29/06/2017 12h03

O IFBA Simões Filho está celebrando o Outubro Rosa - mês dedicado ao combate ao câncer de mama - com uma exposição, palestras, distribuição de panfletos e atividades voltadas para a prevenção de uma das doenças que mais mata mulheres em todo o mundo.

"O evento é resultado do esforço do Serviço de Saúde do câmpus, que vai estar à disposição da comunidade para esclarecer quaisquer dúvidas sobre o assunto", explicou o diretor, prof. Rui Mota.

O movimento conhecido como Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. O objetivo é compartilhar informações e promover a conscientização na detecção precoce da doença.

O câncer de mama é uma doença resultante da multiplicação de células anormais da mama, que forma um tumor. Há vários tipos de câncer de mama. Alguns se desenvolvem rapidamente, outros não. Em 2015, para o Brasil, são esperados 57.120 casos novos de câncer de mama. Existe tratamento para câncer de mama, e o Ministério da Saúde oferece atendimento por meio do Sistema Único de Saúde, o SUS.

Fatores de Risco

Comportamentais: Obesidade, sedentarismo, exposição a Raios-X e consumo de bebida alcoólica.

Histórico reprodutivo e hormonal: Primeira menstruação antes de 12 anos, não ter tido filhos, primeira gravidez após os 30 anos, não ter amamentado, parar de menstruar após os 55 anos, uso de contraceptivos hormonais (estrogênio-progesterona) e ter feito reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos.

Fatores genéticos e hereditários*: História familiar de câncer de ovário; vários casos de câncer de mama na família, principalmente antes dos 50 anos; história familiar de câncer de mama em homens; e alteração genética, especialmente nos genes BRCA1 e BRCA2.

*A mulher que possui um ou mais desses fatores genéticos/ hereditários é considerada com risco elevado para desenvolver câncer de mama.

Fatores de Proteção

Praticar atividade física;

Alimentar-se de forma saudável;

Manter o peso corporal adequado;

Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;

Amamentar.

Sinais e Sintomas do Câncer de Mama.

Os principais sinais e sintomas do câncer de mama são:

Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;

Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;

Alterações no bico do peito (mamilo);

Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço;

Saída espontânea de líquido dos mamilos.

Detecção Precoce

O câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, em grande parte dos casos, aumentando assim as chances de tratamento e cura. Todas as mulheres, independentemente da idade, podem conhecer seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas. É importante que as mulheres observem suas mamas sempre seja no banho, no momento da troca de roupa ou em outra situação do cotidiano.

A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres. É recomendado que mulheres de 50 a 69 anos façam uma mamografia de rastreamento a cada dois anos.

Tratamento

Será direcionado ao tipo de câncer e deverá ser uma decisão conjunta entre o paciente e o médico. Com o avanço da medicina vários tratamentos são disponibilizados entre eles quimioterapia, radioterapia e em alguns casos a mastectomia (retirada do seio).

registrado em: