Você está aqui: Página Inicial > Campus Simões Filho > Artigos até 2018 > Nota de Esclarecimento à Comunidade
conteúdo

Nota de Esclarecimento à Comunidade

publicado: 29/06/2017 12h03, última modificação: 29/06/2017 12h03

Prezadas(os),

Após os últimos acontecimentos envolvendo comportamentos inadequados de alguns alunos em nosso Campus, esclarecemos que foram imediatamente tomadas todas as providencias necessárias à apuração dos fatos, dando-lhes um desfecho.

A orientação geral desta Gestão é que todos que se sintam ameaçados, intimidados, feridos em seus direitos, formalizem tais ocorrências junto ao DEPEN ou à Diretoria Geral (em duas vias) e acompanhem e exijam os resultados. Não aceitem nem acreditem na ideia: “Não vou denunciar, porque não vai dar em nada!”. Não denunciar fortalece o infrator. Além disso, quem não denuncia hoje, pode ser o cúmplice do ato de violência amanhã.

É falacioso tentar passar a imagem de que esta Gestão fecha os olhos, é complacente, para com os problemas vivenciados em nossa Instituição; que tenta escondê-los, ou não tem interesse em solucioná-los. Muito pelo contrário, para todos e quaisquer problemas ocorridos no âmbito deste Campus são, de imediato, constituídas comissões para apuração célere e minuciosa dos fatos, para que não paire a impressão de que aqui “tudo pode”, de que tudo “é normal”. Está sendo assim no último episódio, no caso da garota (supostamente embriagada) desmaiada embaixo da árvore, foi assim nos casos de bullyng e nos demais casos que chegaram ao nosso conhecimento.

Reafirmamos, aqui, o caráter democrático desta Gestão e garantimos que toda e qualquer denúncia trazida a nosso conhecimento é apurada através dos mecanismos legalmente instituídos e em vigência, proporcionando, ao (-s) acusado (-s), amplo direito de defesa, aplicando-lhe (-s), quando cabíveis e de forma isenta, impessoal, as sanções advindas das normas legais e de acordo com análise e apuração dos fatos, feitas por Comissões constituídas de acordos as nossas normas em vigor.

Portanto, se alguém preferir recorrer às redes sociais para, deliberada e injustamente, difamar terceiros, propomos que procure o Ministério Publico Federal e formalize denúncia supostamente levadas ao diretor e para as quais o mesmo não tenha tomado nenhuma providência, exigindo sua responsabilização; que prove em juízo o que diz, para que possamos, de forma clara e transparente, chegar à verdade, assumindo, cada qual, a responsabilidade jurídica pelo dito, pelo que fez ou deixou de fazer.

Estamos à disposição para mais esclarecimentos que se fizerem necessários.

Gestão no Rumo Certo

registrado em: