Você está aqui: Página Inicial > Campus Seabra > Notícias > Notícias Campus Seabra > Estudantes do IFBA - Seabra conquistam medalha na Olimpíada Nacional de História do Brasil
conteúdo

Estudantes do IFBA - Seabra conquistam medalha na Olimpíada Nacional de História do Brasil

por Campus Seabra publicado 27/11/2020 16h39, última modificação 27/11/2020 16h39

   A equipe Circuito Verde, constituída pelas estudantes Aline de Novais Brandão e Tamara Conceição dos Anjos, e o estudante Yron Souza e Souza, sob orientação da professora Eliana Evangelista Batista, conquistou medalha de bronze na 12ª Edição da Olimpíada Nacional de História do Brasil, ONHB. A premiação foi feita ao vivo neste último domingo, dia 22, pelo Youtube.

   A ONHB é um projeto da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) que este ano reuniu 17,4 mil equipes totalizando 69,8 mil estudantes inscritos de todo país, dos quais 17 equipes foram do IFBA campus Seabra. No geral, os/as estudantes do campus tiveram um excelente desempenho e quatro equipes chegaram à fase final, entre elas a equipe Circuito Verde que foi classificada para a finalíssima, conquistando uma medalha para o Campus.

   Importante ressaltar o desempenho que teve a Bahia nessa edição, destacando-se pela conquista do maior número de medalhas (18), seguida por São Paulo (16), Pernambuco (14), Rio Grande do Norte (13), Ceará (12), Minas Gerais (7) Sergipe (4) e Piauí (2).

   A ONHB é uma atividade que tem contribuído muito para o conhecimento e reflexão sobre a história do Brasil e possui seis fases online, com duração de uma semana cada uma. São questões que demandam leitura e pesquisa e esse tem sido um dos aspectos mais importantes do Projeto que a cada ano mobiliza maior número de estudantes do Campus. É uma projeto que desperta o interesse pela investigação histórica e contribui para a formação crítica de estudantes de todo país.

A participação no evento em si é muito prazerosa, mas a conquista da medalha teve um significado especial para a equipe, conforme demonstram os depoimentos dos finalistas:

                                              Tamara

                                                             Fig. 01 - Estudante Tâmara dos Anjos.

   Tâmara Conceição dos Anjos - “Acho que não tem como mensurar o quanto fui feliz em participar da ONHB 12, o quanto participar foi vantajoso, foi bonito, foi lindo! É um processo de construção pessoal e em equipe. Esse processo de amadurecimento durante as fases vai criando na gente um mix de sensações e aprendizados que posteriormente a gente vai se sentir diferente. Com a final da Onhb, sempre vem a sensação de "poxa, eu acho que estou tão diferente de quando iniciei", porque a gente aprende muito, a gente se dá muito, a gente vai evoluindo de acordo com a olimpíada. Então eu acho que o ponto crucial nisso tudo é esse processo de amadurecimento, tanto enquanto equipe, como pessoal, porque essa é a maior catada que posso tirar disso tudo, que é saber do meu amadurecimento, e do quanto eu me doei, e como isso tudo foi tenso, apesar de ser tudo virtualmente, a gente vive a ONHB. Sou muita grata às pessoas que me apoiaram e impulsionam meus sonhos. Sou ainda mais grata à minha equipe fabulosa que não desanimou e deu o melhor sempre! Yron e Aline são amigos que tenho grande carinho e Eliana é uma professora incrível e extremamente inteligente e preparada, a orientação dela foi de suma importância. É isso, estou muito feliz de fazer parte disso, me sinto realizada.”

                                             Aline

                                                                 Fig. 02 - Estudante Aline Novais.

   Aline Novais: “Me sinto muito emocionada e grata com essa conquista. Sempre tive mais afinidade com a área das ciências humanas, e me incomodava que as olimpíadas mais valorizadas e conhecidas fossem somente da área das exatas. Quando tive conhecimento da ONHB em 2019, primeiro ano em que participei, através da professora Eliana, fiquei prontamente interessada. Minha paixão por História só se intensificou durante as etapas, e mesmo não indo para a final presencial na minha primeira participação, estava certa de que participaria no próximo ano. Apesar de todas as situações atípicas que vivenciamos em 2020, nós da equipe Circuito Verde obtivemos êxito na ONHB 12, conquistando a medalha de bronze. Essa conquista não é só nossa, nós a devemos principalmente à professora Eliana, por todo empenho e excelência na orientação prestada. Essa é uma conquista também do IFBA Seabra, um dos menores campus do IFBA, mas que possui discentes engajados e com um potencial incrível, além de docentes sempre dispostos a estimular e trabalhar para que esse potencial seja aflorado.

                                                    Yron

                                                                     Fig. 03 - Estudante Yron Souza.

   Yron Souza: “Foi uma experiência muito bonita ter participado da onhb esse ano, cada fase, o decorrer das tarefas, o trabalho em equipe me fizeram aprender uma imensidão de assuntos que vão muito além dos restritos ao campo acadêmico. Fico muito feliz de ter compartilhado cada pedacinho disso tudo com Aline, Tamara e a professora Eliana, muito obrigado pela companhia e pela ótima equipe que fizemos.”

 

   Ano que vem tem mais! 

registrado em: Seabra - Notícias 2020