Você está aqui: Página Inicial > Campus Santo Amaro > Notícias > Live: @projetooxe - O cotidiano como matéria poética na obra de Maria Luiza Maia
conteúdo

Live: @projetooxe - O cotidiano como matéria poética na obra de Maria Luiza Maia

publicado: 09/08/2020 21h55, última modificação: 09/08/2020 21h55
Colaboradores: Ticiano Lima

Na primeira live de agosto, o projeto Oxe: literatura baiana contemporânea recebeu o artista plástico, arquiteto, urbanista e poeta Almandrade. O bate-papo foi uma impactante aula de teoria artística, elucidando processos criativos com destaque para a produção literária e suas reverberações com outras linguagens, servindo, por exemplo, para criar poemas visuais que foram mostrados na tela para ilustrar o trabalho do artista.

Na semana seguinte, segunda, dia 10, a LIVE.OXE receberá a poeta Maria Luiza Maia http://oxe.insix.com.br/maria-luiza-maia/. A escritora feirense é moradora de Salvador onde articula atividades que expandem a cena literária da Bahia. Uma das atividades de Luiza terminou resultando na coletânea Corpo que queima, que reúne a produção poética de 41 mulheres baianas e circula GRATUITAMENTE na internet e pode ser acessível em links como http://www.baciadojacuipe.com.br/poster2019/14252/corpo_que_queima.pdf.

Oxe - Live Maria Luiza

A coletânea contou com curadoria e organização de Maria Luiza Maia, cujo ímpeto de fazer circular a produção feminina do estado embalou o desejo de executar a atividade e materializar a publicação de modo a torná-la o mais acessível para leitoras e leitores em todo o mundo. Conforme Maia destaca na apresentação, o livro conforma-se por 68 poemas “divididos em duas partes: O Corpo – os viscerais, aqueles sobre nossas existências, nossas resistências, sobre os espaços que ocupamos; e O Fogo – aqueles sobre tudo o que nos ascende por dentro, nos queima, nos une: o amor, a escrita, o desconhecido”.

Além de impulsionar a circulação da literatura contemporânea do Estado, no último biênio, Maria Luiza Maia publicou dois livros individuais de poemas: Algumas histórias sobre a falta, (edição da autora e Editora Mondrongo, 2018) e Todos os nós (Editora Penalux, 2019). Na primeira obra, é possível identificar um forte viés psicanalítico entremeado aos temas cotidianos que marcam a poética de Maia. Na segunda, observa-se uma perspectiva em mosaico, interpolando temporalidades e espacialidades para compor a tessitura poética que singulariza a publicação.

Para apresentar poemas, falar de suas inspirações e influências bem como ler textos e interagir com o público, o Projeto Oxe: literatura baiana contemporânea conversará com Maria Luiza Maia, em mais uma LIVE.OXE, na segunda 10 de agosto de 2020, a partir das 16h.

O evento pode ser conferido via Instagram, pelo endereço @projetooxe.

 

registrado em: