Você está aqui: Página Inicial > Campus Salvador > Ensino > Cursos > Superior > Graduação > Engenharia Química > CURSO SUPERIOR QUÍMICA
conteúdo

ENGENHARIA QUÍMICA - Campus Salvador

Ficha técnica do curso
FormaSuperior
TurnoPredominantemente Noturno
DuraçãoX anos
Carga Horária3.900 horas
Regime letivoSemestral
ModalidadePresencial
Forma de ingressoSisu/ENEM
Oferta de Vagas30 vagas semestrais
Reconhecimento do MECPortaria xxxx/xxxx MEC / DOU                                   
Nota do ENADEX


Eventos

Atualmente não existem compromissos agendados.

Sobre o curso

O curso de Engenharia Química do IFBA / Campus de Salvador é oferecido em dez semestres acadêmicos, em período predominantemente noturno e visa, dentre outros objetivos, oferecer ao ingressante uma formação com forte base teórico-prática que o habilite atender as mais diversas demandas profissionais exigidas pela sociedade atual. Tem como objetivo geral formar Engenheiros Químicos capacitados a atender às diferentes demandas inerentes a esta profissão, incentivando o potencial criativo e empreendedor em seus alunos, com visão crítica e inovadora através de uma sólida formação técnica e humanista. Desta forma, o Curso de Engenharia Química do IFBA pretende formar Engenheiros Químicos com conhecimento generalista forte, preparando o profissional para exercer suas atividades profissionais nas mais diversas áreas de atuação de forma responsável e comprometida com a ética, o bem-estar social, o respeito às diferenças e a sustentabilidade ambiental.Para chegar a seu objetivo primordial, o Curso de Engenharia Química do IFBA possui como objetivos específicos preparar profissionais capazes de:

• Atuar com competência técnica em processos e atividades fins do engenheiro químico;
• Gerir equipes de trabalho em atividades desenvolvidas no dia-a-dia da profissão, pautando suas ações na responsabilidade do exercício profissional, na ética, no respeito às diferenças e na consciência do impacto de suas ações para o meio ambiente;
• Compreender e atuar no desenvolvimento de avanços tecnológicos implementados em produtos, processos e ferramentas gerenciais nas diversas áreas de atuação profissional;
• Desenvolver conhecimentos técnicos e científicos que sirvam de instrumento estimulador para o campo da pós-graduação, da inovação e do empreendedorismo;
• Atender às demandas mercadológicas da engenharia química, especialmente, àquelas presentes na região metropolitana de Salvador e em todo o território nacional.

Perfil do futuro profissional (egresso)

A Lei Federal nº 5.194 de 24 de dezembro de 1966 regula o exercício profissional do engenheiro, estabelecendo as atividades e atribuições profissionais do engenheiro, as quais consistem em:
Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia Química do IFBA/Campus de Salvador; Atualização 2019. 11 de 191
a) desempenho de cargos, funções e comissões em entidades estatais, paraestatais, autárquicas, de economia mista e privada;
b) planejamento ou projeto, em geral, de regiões, zonas, cidades, obras, estruturas, transportes, explorações de recursos naturais e desenvolvimento da produção industrial e
agropecuária;
c) estudos, projetos, análises, avaliações, vistorias, perícias, pareceres e divulgação técnica;
d) ensino, pesquisas, experimentação e ensaios;
e) fiscalização de obras e serviços técnicos;
f) direção de obras e serviços técnicos;
g) execução de obras e serviços técnicos;
h) produção técnica especializada, industrial ou agro-pecuária.
Por ser o engenheiro químico também considerado um profissional da química, de acordo com a Resolução Normativa do Conselho Federal de Química (CFQ) N. 36 de 25 de abril de 1974 e pelo Decreto Federal N. 85.877 de 7 de abril de 1981 são, dentre outras, atribuições do profissional da química:
• Assistência, assessoria, consultoria, elaboração de orçamentos, divulgação e
comercialização no âmbito das respectivas atribuições relacionadas com a atividade do
profissional da química;
• Ensaios e pesquisas em geral, pesquisas e desenvolvimento de métodos e produtos;
• Condução e controle de operações e processos industriais, de trabalhos técnicos, reparos e
manutenção no âmbito das respectivas atribuições relacionadas com a atividade do
profissional da química;
• Pesquisa e desenvolvimento de operações e processos industriais;
• Estudo, planejamento, projeto e especificações de equipamentos e instalações industriais;
Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia Química do IFBA/Campus de Salvador; Atualização 2019. 12 de 191
• Execução, fiscalização de montagem e instalação de equipamentos industriais;
• Condução de equipe de instalação, montagem, reparo e manutenção.
Complementarmente, na Resolução CNE/CES n. 11 de 11 de março de 2002, em seu Art. 3º,
define-se o perfil desejado para o formando egresso (engenheiro(a)):
Art. 3º O Curso de Graduação em Engenharia tem como perfil do formando egresso/profissional o engenheiro, com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, capacitado a absorver e desenvolver novas tecnologias, estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade.
O mercado profissional atual é globalizado, competitivo e cada vez mais dinâmico, exige-se do profissional egresso a aplicação do conteúdo teórico adquirido na solução de problemas de engenharia, com responsabilidade, ética e respeito às diferenças, compromisso com as normas de qualidade, saúde, meio ambiente e segurança, pondo em prática, para tanto, o trabalho em
equipe, o desenvolvimento da capacidade criativa e empreendedora, estimulando o espírito inovador e investigativo no profissional em formação. O olhar para a sustentabilidade ambiental e a preservação dos recursos naturais também são exigências do mundo atual. Esta nova visão dos processos produtivos obriga o profissional egresso, independente de sua formação, estar apto a atuar no crescimento econômico do país impulsionado, direta ou indiretamente, pela exploração dos principais recursos naturais mas,
ao mesmo tempo, buscar ações efetivas de preservação do meio ambiente, compreendendo que as suas ações devem ser pautadas para o aperfeiçoamento e implementação de práticas para mitigação dos impactos ambientais.
As exigências do mercado globalizado impõem ainda que o profissional formado esteja preparado para integrar equipes, liderar, empreender, inovar, sendo também um grande gestorde pessoas, competências e recursos. Para que tais habilidades sejam empregadas diariamente com assertividade, são fundamentais a compreensão e o respeito às características específicas de cada ser humano, observando seus direitos, compreendendo e respeitando seus valores interpessoais e de natureza étnico-cultural. Assim, além de uma sólida formação técnica, as Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia Química do IFBA/Campus de Salvador; Atualização 2019. 13 de 191 competências desenvolvidas ao longo do curso valorizam, através de diversas abordagens (transversal, interdisciplinar ou específica de componente curricular), as atitudes e decisões relacionadas à educação ambiental, à educação das relações étnico-raciais, à diversidade e aos direitos humanos, como poderá ser verificado nas seções seguintes.
Ciente destas habilidades e exigências de mercado, o Curso de Engenharia Química do IFBA / Campus de Salvador possui propõe uma formação para o profissional (egresso) que está em consonância com as atribuições anteriormente citadas, com o que estabelecem as Diretrizes Curriculares Nacionais e com o que prevê a missão do IFBA, descrita em seu PDI e ratificada em seu PPI. Por tudo que foi descrito anteriormente, considerando-se um contexto regional onde predominam atividades relacionadas à indústria química e petroquímica, o Curso de Engenharia Química do IFBA/Campus de Salvador forma um profissional egresso com competências para atuar plenamente em atividades descritas anteriormente, englobando todas as exigências impostas legalmente, por necessidades de mercado e pela dinâmica da sociedade atual, como exemplificado a seguir:
• Na primeira geração, em processo de produção de petroquímicos básicos, como por exemplo: eteno, propeno, buteno, solventes, dentre outros. Sendo que o foco de atuação do profissional é na melhoria operacional dos equipamentos, redução de efluentes e controle de processos;
• Nas empresas de segunda geração, na produção de petroquímicos e químicos, tais como: resinas poliméricas, fibras sintéticas, borrachas sintéticas e pigmentos. Nestas empresas, o foco de atuação do profissional de Engenharia Química é o desenvolvimento
de novos produtos com novas características;
• Nas empresas de terceira geração, na transformação em bens de consumo. Neste ramo, necessita-se de profissionais para o acompanhamento dos processos que resultam em embalagens, utilidades domésticas, mobiliário, materiais de construção, vestuário,
calçados, componentes industriais (indústria eletrônica, de informática, automobilística e aeronáutica), tintas, produtos de limpeza (detergentes), cosméticos, corantes, medicamentos, defensivos agrícolas e fertilizantes.
Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia Química do IFBA/Campus de Salvador; Atualização 2019. 14 de 191 Desta forma, como poderá ser verificado, a prática constante de atividades de ensino, pesquisa e extensão integram a formação do egresso do Curso de Engenharia Química do IFBA/Campus de Salvador a ponto de proporcionar ao mesmo desempenhar, como competências, atividades como as destacadas a seguir, as quais serão desenvolvidas por meio das práticas, procedimentos e atividades formativas descritas ao longo deste documento:
• Pesquisar e desenvolver processos e produtos;
• Estudar recuperação e/ou redução de resíduos industriais;
• Realizar pesquisas em escala de bancada e piloto;
• Desenvolver novas aplicações para produtos existentes;
• Identificar, formular e resolver problemas de engenharia;
• Atuar no projeto e implantação de instalações industriais.
• Supervisionar a operação e a manutenção de sistemas de produção química em geral;
• Elaborar estudos de viabilidade técnica e econômica;
• Participar de pesquisas de mercado;
• Desenvolver e/ou utilizar novas ferramentas e técnicas;
• Exercer atividades de direção, supervisão, programação, coordenação, orientação e
responsabilidade técnica;
• Formar e capacitar profissionais através da atuação na área acadêmica.


Habilidades do profissional

Áreas de atuação


Áreas de estudo


Competências esperadas


Laboratórios

LABORATÓRIOS

A proposta pedagógica do Curso prevê o uso de laboratórios especializados para a montagem e execução de experimentos na área de Engenharia Química para atender ao perfil e à qualidade da formação acadêmica pretendidos. A relação teoria/prática é uma constante no Curso e o uso de laboratórios para o desenvolvimento dos projetos e trabalhos a serem executados nas diversas disciplinas se constitui num dos mecanismos apropriados para a sua efetivação. O Curso de Engenharia Química conta com o apoio de infraestrutura laboratorial de dezenas de cursos técnicos e de nível superior.  As aulas práticas das disciplinas de formação básica (Química, Física, Informática, Desenho Técnico) são conduzidas nos laboratórios já consolidados dos respectivos cursos ou departamentos. O curso de Engenharia Química do IFBA usufrui da seguinte infraestrutura:

 •    Laboratórios de Informática; 

•    Laboratórios de Instrumentação; 

•    Laboratórios de Física;  

•    Laboratório de Medidas Elétricas;   

•    Oficina Mecânica;  

Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia Química do IFBA/Campus de Salvador; Atualização 2019.                                            92 de 191

•    Almoxarifado específico para vidrarias, reagentes e equipamentos que atendem unicamente aos laboratórios de Química;

•    Laboratórios,  na  área  de  química,  devidamente  equipados  para  atender  à demanda dos cursos. Os laboratórios são listados abaixo:  

o Laboratório de Química Geral/Corrosão; 

o Laboratório de Química Orgânica; 

o Laboratório de Métodos Óticos; 

o Laboratório de Cromatografia e Métodos Eletro-analíticos; 

o Laboratório de Química Analítica.

 

LABORATÓRIOS EXCLUSIVOS

 O Curso de Engenharia Química conta ainda com três laboratórios de uso exclusivo, sendo um laboratório de informática e dois laboratórios didáticos de Engenharia Química.

LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA

  O  laboratório  de  Informática  é  utilizado  para  modelagem  e  simulação  de  processos, ferramenta indispensável nos estudos da área da Engenharia. Este laboratório atende às disciplinas: Análise de Processos e Controle de Processos e é também utilizado como suporte para atividades de pesquisa, realização do Trabalho de Conclusão de Curso e para o desenvolvimento de trabalhos de Iniciação Científica. O laboratório de informática possui quatorze máquinas com acesso via web com diversos softwares e aplicativos existentes, tais como: MATLAB versão R2010b com SIMULINK e outras ferramentas (optim, signal, controletc), SCILAB 5.2.2, ANSYS, Free Pascal, STATDISK 10.4.0, EMSO 10.6, DWSIM 2.1-4768, E-Z  Solve  (Engineer´sEquation  Solver), Convert, convert  it!,  Chemcalculator, Hextran, Inplant, ProII, Dynsim, Connoisseur, entre outros.

 

 Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia Química do IFBA/Campus de Salvador; Atualização  2019.                                             93 de 19

LABORATÓRIOS DIDÁTICOS DE ENGENHARIA  QUÍMICA

Estes laboratórios são direcionados ao desenvolvimento de aulas práticas multidisciplinares na  área  de  Fundamentos  e Processos  de  Engenharia,  com  ênfase  nas  disciplinas  de Fenômenos de Transporte, Reatores, Operações Unitárias, Controle de Processos e Projeto da Indústria Química.

Um dos laboratórios possui aproximadamente 50m2 e atende as disciplinas de Laboratório de Engenharia Química I e Laboratório de Engenharia Química II. Dentre os equipamentos didáticos existe neste laboratório um módulo de Mecânica dos Fluidos que permite diversos experimentos de perda de carga e de bombas em série e paralelo, módulo para produção de biodiesel, módulo de trocador de calor, módulo de reatores CSTR e PFR, módulo de coluna de destilação e coluna multipropósito (extração líquido-líquido, absorção, adsorção, leito recheado/fluidizado), além de sistema de peneiramento para análise granulométrica. Parte dos conteúdos previstos ainda para as disciplinas de laboratório, tais como práticas de Termodinâmica I (ciclos térmicos) e Operações Unitárias I (Bombas e Compressores) serão conduzidos nas instalações do Departamento II, nos laboratórios de Refrigeração e Climatização e os experimentos da área de dinâmica de sistemas e controle de processos são ministrados nos laboratórios dos Cursos de Automação.

 Um segundo laboratório está em fase de implantação. A complementação e a atualização das instalações serão progressivas e ocorrerão através de projetos de parcerias com indústrias, através de Editais de infraestrutura lançados por agências de fomento tais como CNPq, FAPESB e FINEP, e também através de projetos de Iniciação Científica e projetos disciplinares específicos, tais como aqueles propostos na ementa da disciplina Laboratório II e TCC em que os discentes com a orientação de professores, poderão desenvolver projetos de melhoria e/ou adaptação de práticas executadas ou mesmo a implementação de novas montagens experimentais, como já previsto na proposta inicial do curso.

 

 


Representações estudantis

  • Nome da Empresa Junior (link)

Tel: xx (se houver)
E-mail: mail@ (se houver)

  • Nome do Grêmio Estudantil (link)

Tel: xx (se houver)
E-mail: mail@ (se houver)

Orgãos Representativos

  • Nome do colegiado do curso / NDE (link)

Tel: xx (se houver)
E-mail: mail@ (se houver)
- Portaria do colegiado (link para o doc)
- Portaria da comissão do NDE (link para o doc)

  • Conselho profissional (linkado, se houver)

Tel: xx (se houver)
E-mail: mail@ (se houver)

Publicações

  • TCC - Trabalhos de conclusão de curso
  • Monografias
  • Artigos
  • Publicações
  • Livros

Pesquisa Extensão Inovação

(linkado, se tiver pg própria)
Tel: xx (se houver)
E-mail: mail@ (se houver)

(linkado, se tiver pg própria)
Tel: xx (se houver)
E-mail: mail@ (se houver)

Contatos

Coordenador: Nome
Formação/Titulação: Titulo
Currículo Lates: link
Contato: Tel (00)
E-mail: mail@

Secretaria: Nome
Contato: Tel (00)
E-mail: mail@
Funcionamento: 08h00 - 18h00


Reitoria: Av. Araújo Pinho, nº39 - Canela - Salvador - BA | CEP: 40.110-150 
Copyright © 2017 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia - IFBA. Todos os direitos reservados.