Você está aqui: Página Inicial > Campus Salvador > Comunicação > Notícias > 2021 > Núcleo de Salinas da Margarida realiza cursos de extensão e beneficia 43 pessoas em 2021
conteúdo

Núcleo de Salinas da Margarida realiza cursos de extensão e beneficia 43 pessoas em 2021

por Henrique Soares publicado: 28/10/2021 17h30, última modificação: 28/10/2021 17h55

Salinas_2021_1Mesmo enfrentando os desafios da pandemia da Covid-19 e suas variantes em circulação, que desde março de 2020 tem impactado profundamente o funcionamento normal de diversas instituições ao redor do mundo, o Núcleo Avançado de Salinas da Margarida (NASM), vinculado ao campus Salvador do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), não tem deixado de realizar cursos de extensão gratuitos ao longo desse período.

Em 2021, por exemplo, foram promovidos os cursos de extensão de “Introdução à Piscicultura", “Beneficiamento de Pescados”, ambos com carga horária de 40 horas, e "Operador Computador", que alcançou 120 horas, totalizando 43 pessoas que concluíram os três cursos entre os meses de março a setembro.

Salinas_2021_3O “Beneficiamento de Pescados” foi realizado em setembro e reuniu marisqueiras dos povoados de Mutá e Pirajuía, localizados no município de Jaguaribe (BA). A iniciativa teve o apoio da direção do Estaleiro Enseada do Paraguaçu, fornecendo transporte para o deslocamento dos alunos até a escola. Uma nova turma já está agendada os próximos dias 16 a 26 de novembro.

Já o de "Introdução à Piscicultura" teve sua primeira turma em 2021, quando reuniu 20 alunos do ensino médio do Colégio Estadual Juraci Magalhães, em Salinas da Margarida. O objetivo foi apresentar uma alternativa de trabalho diante do potencial da região para o cultivo de peixes nativos, em sistema de tanque-rede. “Umas das espécies marinhas que tem sido vítima da sobrepesca, com uso de bombas, é a tainha. Daí a importância de evitar sua extinção, partindo para o cultivo, além de poder demonstrar para pescadores a possibilidade de obter a tainha de forma sustentável, através do repasse de conhecimentos pelos próprios filhos que participaram do curso", explica a coordenadora do Núcleo Avançado de Salinas da Margarida, Cristiane Silvão. 

Ela salienta que na região não há cursos de piscicultura para alunos do ensino médio com acompanhamento da prática para despertar interesse na área. “Quanto ao sistema de cultivo em tanque-rede, também é um processo ainda desconhecido nesta região e que requer um incentivo para o desenvolvimento sustentável das espécies nativas, considerando que é possível obter um número considerável de peixes sem gerar os impactos que advém das capturas inadequadas.” O curso contou com o apoio da empresa Valença da Bahia Maricultura de Salinas.

Salinas_2021_2O NASM também realizou o curso de "Operador de Computador", que buscou ensinar professores (as) do município a trabalhar de forma remota, "uma vez que foram pegos de surpresa, diante do quadro da pandemia e com dificuldades de executar o trabalho remoto", lembra.

Cristiane Silvão esclarece que apenas o curso de "Beneficiamento de Pescados" aconteceu de forma presencial diante da redução dos casos de infectados pelo vírus Sars-CoV-2 e com todos os participantes vacinados com a segunda dose. Também foram adotados protocolos como a divisão dos participantes em grupos de cinco pessoas e adoção dos cuidados e uso de máscaras e álcool em gel. O de "Operador de Computador" ocorreu de forma remota e o de "Introdução à piscicultura" foi híbrido.

Cristiane recorda que o Núcleo Avançado já ofertava turmas de cursos de extensão antes da pandemia exemplificando o curso de ostreicultura, "que incentivou a formação de um grupo de produção de ostras em sistemas de lanternas e travesseiros, na região de São Roque do Paraguaçu. Atualmente este grupo trabalha com este sistema, obtendo melhor renda e preservando a saúde, já que não tem que ficar por muito tempo dentro da água, nem estar se machucando nas cascas de ostras e galhos do mangue”, pontua.

As ações foram coordenadas por Cristiane Silvão, e as técnicas administrativas em educação May Te Losada e Patrícia Otto. Particparam como instrutores (as), além de Cristiane, os professores (as) José Ucha, do IFBA, Bartira Guerra, da Faculdade Anísio Teixeira, Valquer Bispo, do NASM, Aristides Martins, que foi professor do NASM. Os cursos são financiados pelo Edital 05/2020 da Diretoria de Extensão e Relações Comunitárias (Direc) do campus Salvador.

Fotos: Arquivo Pessoal