Você está aqui: Página Inicial > Campus Salvador > Comunicação > Notícias > 2020 > Estudantes conquistam bolsas na Universidade Politécnica de Madrid
conteúdo

Estudantes conquistam bolsas na Universidade Politécnica de Madrid

por Jamile Teixeira publicado: 10/07/2020 17h14, última modificação: 10/07/2020 17h14

Quatro estudantes do Campus Salvador do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) agarraram a oportunidade divulgada pela Assessoria de Relações Internacionais (Arinter), órgão vinculado à Reitoria da instituição, e conquistaram bolsas de estudo em cursos de extensão de inteligência artificial, veículos autônomos e biomedicina ofertados pela Universidade Politécnica de Madrid (UPM), considerada a maior universidade tecnológica da Espanha. Neste ano de 2020, a International Summer School da UPM acontece de forma virtual. Pedro Henrique Guimarães,  Vinícius Almeida, Yuri Enderson de Oliveira e Victor de Andrade passaram por um processo seletivo que considerou critérios de desempenho escolar, currículo e redação.

A professora de língua inglesa e assistente de relações internacionais do Campus Salvador, Lucélia Alcântara explica: “trata-se de um curso de extensão em áreas técnicas que dialogam com o curso de automação do IFBA e que será ministrado em língua inglesa por uma universidade internacional. Portanto, é um programa de imensa importância para o currículo e experiência desses estudantes, os quais, além dos conhecimentos técnicos, também poderão praticar sua compreensão e produção em língua inglesa” explica a docente.

Victor de Andrade conta que resolveu participar da seleção do curso veículos autônomos porque seria uma forma de se manter engajado em assuntos que gosta e que também viu ali uma oportunidade de poder aplicar conhecimentos aprendidos no curso em possíveis soluções de problemas no Brasil. “O curso de veículos autônomos pra mim que estou finalizando o curso técnico de automação industrial [no IFBA] e vivendo o período da Indústria 4.0 vai ter muita utilidade. As novas tecnologias desenvolvidas nesta área usam bastantes conceitos das áreas de Inteligência Artificial e Visão Computacional, que são dois pilares dos veículos autônomos. Sem contar que a aplicabilidade destes automóveis na indústria é imensa e, com certeza, é um diferencial ter conhecimento na área”, garante o estudante.

Já Pedro Henrique que vai realizar a formação no curso biomedicina considerou que era uma ótima oportunidade participar do curso de um dos ramos da engenharia que mais se interessa. “Esta é uma rica experiência que vai pavimentar o caminho para uma área que eu tenho muito interesse, além de abrir um leque de possibilidades ao juntar o conhecimento que já possuo de automação e integrá-lo à biotecnologia, contribuindo assim para a criação de futuros projetos na área”. Para Pedro, o curso também proporciona o “contato com pessoas de outras nacionalidades e culturas, assim como visões de como se dará a evolução da tecnologia no mundo”.

Foto: arquivo pessoal registrada antes da Pandemia da Covid-19