Você está aqui: Página Inicial > Campus Salvador > Comunicação > Notícias > 2020 > Equipes do IFBA são finalistas na Olimpíada Nacional em História do Brasil
conteúdo

Equipes do IFBA são finalistas na Olimpíada Nacional em História do Brasil

por Jamile Teixeira publicado: 11/11/2020 17h43, última modificação: 11/11/2020 17h43

Duas equipes formadas por estudantes do curso de química, modalidade integrada, e professoras do campus Salvador do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) são finalistas da 12a edição da Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB).

Íris Matos Silva, Raíssa Anjos Silva e Rebeca Félix do Nascimento integram a equipe “Grécia XXI”, orientada pela professora Vera Nathália Silva de Tarso. Já Giulia Beatriz Afonso, Greisson de Souza dos Santos e Maria Paula Mendes compõem a equipe “Mahins”, orientada pela professora Lais Viena.

As docentes Vera Nathália e Lais já participaram como professoras orientadoras em edições anteriores da olímpíada. Vera Nathália conta que a olimpíada já é tão conhecida entre estudantes do campus que os professores são procurados para orientar as equipes. “Acho maravilhoso que exista esse interesse pela ONHB. Sinaliza um reconhecimento da importância da disciplina na formação dos estudantes e das estudantes numa instituição como a nossa”.

Em razão da pandemia da Covid-19, as reuniões para orientação presencial não aconteceram este ano, mas as professoras adotaram plataformas de videoconferências e orientaram suas equipes. A professora Vera considera uma vitória dos organizadores e dos participantes conseguirem manter disciplina, empenho e alegria de participar até o final, mesmo durante a pandemia. “Os debates sobre as questões de cada fase são momentos de muito aprendizado. É divertido e, esse ano, serviu para nos aproximar, ainda que fisicamente distantes, e reforçar o prazer de estudar História”, observa.

Em 2020, a ONHB aconteceu toda no formato on-line. Lais explica: “neste ano, as questões versavam sobre temas atuais e de interesse de todos, à luz da História do Brasil. Todas as equipes participaram com muita dedicação. E para mim, enquanto professora, é sempre muito interessante aprender mais sobre temáticas e abordagens para o ensino da História”. Apaixonada pela disciplina, a docente reconhece que “é sempre muito prazeroso estudar História. Comecei na quinta série e até hoje não cansei”, reconhece.

A ONHB é uma competição idealizada e organizada pelo Departamento de História da Universidade de Campinas (Unicamp). Tem a proposta de “estudar a história do Brasil abordando temas fundamentais a partir de documentos históricos, imagens, mapas, textos acadêmicos, pesquisas inéditas e debates historiográficos.

Os vencedores da ONHB conquistarão 20 medalhas de ouro, 30 de prata e 40 de bronze. O anúncio dos medalhistas está previsto para o dia 22 de novembro.