Você está aqui: Página Inicial > PROEN > Notícias > 2019 > Proen lança cartilha sobre Práticas Acadêmicas Inclusivas
conteúdo

Notícias

Proen lança cartilha sobre Práticas Acadêmicas Inclusivas

Evento foi realizado na Reitoria, em comemoração ao Dia do Professor
por Helen Sampaio publicado: 15/10/2019 19h03, última modificação: 18/10/2019 10h47

Lançamento de cartilha - Práticas Acadêmicas Inclusivas
Apresentação de Nadja

Educação Inclusiva, adaptações pedagógicas e ações para o acompanhamento de estudantes com algum tipo de deficiência e/ou outras necessidades específicas, foram alguns dos temas abordados no lançamento da cartilha “Práticas Acadêmicas Inclusivas”, que aconteceu nessa terça-feira (15), na sala do Conselho Superior (Consup), na Reitoria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), com transmissão via webconferência.

O evento contou com as palestras da secretária de registros acadêmicos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IFBaiano), Marlene Pereira, que compartilhou um pouco do trabalho voltado à Inclusão realizado no Instituto, e da psicóloga do campus Salvador do IFBA, Nadja Bruneli, que ressaltou em sua apresentação que as adaptações pedagógicas e o consequente tratamento diferenciado, dado aos estudantes com deficiência e/ou necessidades específicas, visam garantir “uma equidade de oportunidades educacionais”. A psicóloga compartilhou com os presentes experiências vividas pela Coordenação de Atendimento às Pessoas com Necessidades Específicas (Capne) do campus e pontuou questões cruciais que devem ser observadas para a prática das adaptações e/ou flexibilizações: O que o estudante deve aprender. Como e quando aprender. Que formas de organização do ensino são mais eficientes para o processo de aprendizagem. Como e quando avaliar os estudantes.

Lançamento de cartilha - Práticas Acadêmicas Inclusivas
Apresentação de Nadja

O evento, realizado, propositadamente, no Dia do Professor, contou com contribuições presenciais e online dos participantes, no que se refere à necessidade de reflexões sobre o exercício da profissão e os seus desafios, entre eles, o de promover a inclusão dos estudantes com deficiência e/ou necessidades específicas. Esse momento foi ressaltado por Nadja, através da citação de uma frase do educador Paulo Freire: “A alegria não chega apenas no encontro do achado, mas faz parte do processo a busca. E ensinar e aprender não pode dar-se fora da procura, fora da boniteza e da alegria”. Após intervenções dos participantes, a cartilha foi apresentada pela pró-reitora de ensino, Jaqueline de Oliveira, e a psicóloga do Departamento de Permanência e Assistência Estudantil (Depae), Lívia Maria.

Lançamento de cartilha - Práticas Acadêmicas Inclusivas
Apresentação de Lívia, do Depae

Hoje, o IFBA possui estudantes com diversos tipos de deficiências e/ou necessidades específicas. São estudantes autistas, com deficiências físicas, deficiências intelectuais e transtornos. Para Lívia, apesar de ter sido pensada para o docente, a cartilha é para todos e representa uma etapa importante no fomento da Política de Inclusão no Instituto. “Percebemos que os campi que estão realmente colocando a política em prática, estão conseguindo avanços incríveis no desenvolvimento dos estudantes. Essa cartilha foi pensada como uma espécie de guia para os professores, com orientações básicas de como lidar com as dificuldades enfrentadas pelos estudantes em sala de aula, a fim de auxiliá-los e de melhorar a prática do docente”, destaca.

A cartilha já está disponível no site da Proen. Posteriormente, serão enviadas aos professores versões impressas do documento. Práticas Acadêmicas Inclusivas é a segunda cartilha produzida pelo Depae. A primeira foi Orientação para atendimento a pessoas com deficiência, também disponível no site.