Você está aqui: Página Inicial > PROEN > Notícias > 2019 > IFBA integra discussão sobre Educação Profissional Pública na Bahia
conteúdo

Notícias

IFBA integra discussão sobre Educação Profissional Pública na Bahia

por Helen Sampaio publicado: 08/11/2019 16h07, última modificação: 08/11/2019 16h13

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) esteve presente, na tarde de ontem (7), na abertura do II Seminário da Rede de Ensino, Pesquisa e Extensão da Educação Profissional e Tecnológica Pública da Bahia (Rede EPT), que ocorreu na Reitoria da Universidade Federal da Bahia (UFBA), como uma iniciativa resultante da articulação entre o IFBA, a UFBA, as universidades do Estado (UNEB) e Federal do Recôncavo (UFRB) da Bahia, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IFBaiano) e movimentos sociais.

II Seminário EPT
Pró-reitora do IFBA, Jaqueline Oliveira, discursa no II Seminário da Rede EPT

Na ocasião, o IFBA foi representado pela pró-reitora de ensino, Jaqueline Oliveira, que integrou a mesa de abertura do evento, ao lado do diretor da Faculdade de Educação (Faced) da UFBA, Cleverson Silva, da coordenadora do seminário e professora da UFBA, Marize Carvalho, do subsecretário de Educação do Estado da Bahia, Danilo Souza, da coordenadora de Educação a Distância da UNEB, Tânia Moura, e do chefe de gabinete da UFRB, Luiz Paulo de Oliveira.

Em sua fala, Jaqueline mencionou a importância da realização do evento no cenário atual de desafios enfrentados pela Educação no país. Em seguida, pontuou a inserção da instituição na Bahia e os cursos voltados à Educação Profissional e Tecnológica, que englobam, desde os cursos superiores tecnológicos, até o Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), passando pela Licenciatura em Educação Profissional e Tecnológica, ofertada na forma de programa especial de formação pedagógica para os professores que atuam na Educação Básica, mas são bacharéis e/ou tecnólogos não licenciados. “Nós seguimos na contramão do notório saber, pois acreditamos que a melhor formação do professor contribui para o maior aprendizado do estudante”, afirmou.

O seminário reuniu professores, estudantes e pesquisadores da área, com a proposta de ser um momento de disseminação de conhecimentos e de integração. “Esse evento é a resposta concreta a esse momento de luta e de construção de um novo horizonte”, enfatizou o subsecretário de educação. Souza ressaltou o papel crucial dos institutos federais e universidades no fortalecimento da Educação na Bahia, através da oferta de programas de educação nos 417 municípios do Estado. É a primeira vez que a Secretaria de Educação do Estado da Bahia participa do evento.

Após a abertura, foi iniciada a conferência Educação Profissional Pública: direitos, ataques e resistências, conduzida pela professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Marise Ramos, que abordou o cenário de cortes, reformas e privatizações pelo qual passa o país.

A programação do evento segue até a noite dessa sexta-feira (8), com sessões de comunicações orais, mesas e painéis sobre Diversidade, Inclusão, ampliação e fortalecimento da Educação Profissional e Tecnológica Pública, Contrarreforma do Ensino Médio e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Saiba mais aqui.