Você está aqui: Página Inicial > PROEN > Notícias > 2019 > Deac avalia propostas de calendários acadêmicos dos campi para 2020
conteúdo

Notícias

Deac avalia propostas de calendários acadêmicos dos campi para 2020

por Helen Sampaio publicado: 06/12/2019 17h20, última modificação: 06/12/2019 18h00

Com o objetivo de possibilitar o melhor desenvolvimento do ensino, apoio didático e assistência estudantil à comunidade acadêmica do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), o Departamento de Assuntos Acadêmicos (Deac), vinculado à Pró-Reitoria de Ensino (Proen) tem, desde o mês de outubro, concentrado esforços para orientar os campi acerca da construção dos calendários acadêmicos para o ano de 2020.

O incentivo ao planejamento das atividades já é uma prática do departamento. “Independente do andamento do período letivo nos campi, levamos em consideração o ano em exercício. Geralmente, enviamos a solicitação de propostas de calendários a todos os campi entre a segunda metade do mês de outubro e os dez primeiros dias do mês de novembro”, afirma o chefe do Deac, Alberto de Oliveira.

A medida, além de proporcionar maior organização das unidades, pretende diminuir os impactos de possíveis desníveis em relação à aquisição de serviços e materiais necessários às atividades acadêmicas, tendo em vista a dependência da tramitação burocrática dos processos e datas a serem cumpridas, determinadas pelos órgãos superiores do Ministério da Educação (MEC).

Entre as atividades principais que englobam o calendário acadêmico, estão, por exemplo, a publicação de editais para os programas de assistência estudantil e de transferência interna e externa, a realização de jornadas pedagógicas, semanas de ciência e tecnologia e de atividades relacionadas ao Dia Nacional da Consciência Negra. “Essas atividades atendem à legislação de ensino, emanada do MEC ou de setores a ele ligados e à normatização interna. Servem principalmente para orientar e servir aos estudantes, ao longo do seu período em curso, com o fim de atender às suas necessidades da vida acadêmica e pessoal”, completa.

Os atendimentos ocorrem, em média, dentro do prazo de 30 dias e resultam em uma análise técnica das propostas, que é enviada ao Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão do IFBA (Consepe) para o parecer final.