Você está aqui: Página Inicial > PRODIN > A Prodin > Atribuicoes > Gerente de Desenvolvimento de Bibliotecas
conteúdo

Gerente de Desenvolvimento de Bibliotecas

por DGCOM publicado 30/09/2019 16h59, última modificação 30/09/2019 16h59

Art. 86 Gerência de Desenvolvimento de Bibliotecas
I. O Sistema de Bibliotecas é composto por:
a) Coordenação de Serviço de Referência
b) Coordenação de Coleções e Sistema de Gerenciamento de Bibliotecas
c) Coordenação de Memória Institucional
II Bibliotecas dos Câmpus

 

Art. 87 A Gerência de Desenvolvimento de Bibliotecas será dirigida por um(a) gerente, profissional habilitado na área de Biblioteconomia e Documentação do quadro de funcionários efetivos do IFBA, conforme legislação em vigor.

 

Art. 88 Compete à Gerência de Desenvolvimento de Bibliotecas:
I. Coordenar a implantação e manutenção do Sistema de Bibliotecas (Sibi) da Instituição;
II. Cumprir e fazer cumprir os objetivos e finalidades do Sistema de Bibliotecas;
III. Planejar, dirigir, orientar, coordenar e controlar as atividades desenvolvidas pelo Sistema de Bibliotecas através das suas respectivas coordenações;
IV. Acompanhar a utilização das verbas destinadas ao Sistema de Bibliotecas;
V. Acompanhar e coordenar a elaboração e a implementação dos regimentos internos, manuais, normas e regulamentos de serviços para o Sistema de Bibliotecas;
VI. Orientar os planos e/ou projetos referentes à área de biblioteca no que concerne a arquitetura, instalações e/ou equipamentos;
VII. Promover a integração dos bibliotecários do IFBA através de eventos periódicos, bem como garantir a participação em eventos externos;
VIII. Encaminhar ao órgão competente as necessidades de recursos humanos do Sistema de Bibliotecas;

IX. Apresentar ao Departamento de Políticas e Gestão Estratégica relatórios periódicos das atividades desenvolvidas;
X. Manter atualizado o sistema em relação aos avanços tecnológicos;
XI. Viabilizar acesso a outras bases de dados nacionais e internacionais.

 

Art. 89 A Coordenação de Serviço de Referência, coordenada por um(a) coordenador(a), possui como atribuições:

I. Executar a implementação do Repositório Institucional do IFBA e Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD);
II. Gerir o Portal de Periódico Capes;
III. Estimular o serviço de Disseminação Seletiva da Informação (DSI);
IV. Acompanhar os pedidos de aquisição de materiais não bibliográficos pertencentes à Biblioteca;
V. Prestar informações sobre o andamento e solução dos processos encaminhados à Biblioteca;
IV. Apresentar, à Gerência de Desenvolvimento de Bibliotecas, relatórios mensais e anuais de suas atividades.

 

Art. 90 A Coordenação de Coleções e Sistema de Gerenciamento de Bibliotecas, coordenada por um(a) coordenador(a), possui como atribuições:
I. Estimular as atividades do Sistema de Bibliotecas (Sibi) da Instituição;
II. Coordenar o desenvolvimento do Sistema de Bibliotecas;
III. Coordenar a informatização do Sistema de Bibliotecas;
IV. Estimular a implantação das políticas de coleções, indexação e classificação dos acervos das bibliotecas do IFBA;
V. Acompanhar os processos de pedidos de aquisição de materiais bibliográficos referentes às bibliotecas do IFBA, emitindo relatórios para o sistema SIMEC;
VI. Apresentar, à Gerência de Desenvolvimento de Bibliotecas, relatórios mensais e anuais de suas atividades.

 

Art. 91 A Coordenação de Memória Institucional, coordenada por um (a) coordenador(a), possui como atribuições:
I. Armazenar os registros escritos, iconográficos e sonoros com historicidades afins;
II. Preservar os patrimônios material e imaterial;
III. Guardar e manter o acervo documental zelando pela sua qualidade, armazenamento e conservação;
IV. Identificar e coletar os registros documentais baseando-se nos requisitos da qualidade expressos nas normas NBR ISO atualizadas e em instrumentos específicos;

V. Realizar a manutenção patrimonial material na origem local;
VI. Fazer a reprodução digital e catalogação em rede do acervo documental;
VII Proceder com a recirculação da memória social (Mostras Itinerantes);
VIII Organizar e administrar a parte ética e estética do Memorial;
IX Fixar diretrizes que orientem o funcionamento do Memorial no que se refere à coleta, processamento técnico, cadastramento, arquivamento e disseminação da informação.