Você está aqui: Página Inicial > Polo de Inovação Salvador > Estudantes do Campus Jacobina realizam visita técnica ao PIS
conteúdo

Estudantes do Campus Jacobina realizam visita técnica ao PIS

publicado: 07/02/2020 13h28, última modificação: 07/02/2020 14h07

visita jacobina fev20

 

 

 

 

Os estudantes do curso técnico integrado em Informática e da licenciatura em Computação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), campus Jacobina, visitaram as instalações do Polo de Inovação Salvador (PIS), na última quarta (05). 

Os estudantes foram recebidos pelo chefe do departamento de Projetos, Raimison Assis, e puderam conhecer a história da unidade, apresentada pelo estudante do mestrado profissional em Engenharia de Sistemas e Produtos do IFBA (PPGESP) e ex-bolsista do PIS, Ciro Fialho e a estudante do curso de Engenharia Mecânica do campus Salvador e bolsista do Laboratório de Prototipagem (LABPROTI), Tamires Pereira. 

As turmas visitantes conheceram também os projetos desenvolvidos pela unidade - única na rede federal de educação profissional tecnológica credenciada pela Empresa Brasileira de Pesquisa em Inovação Industrial (EMBRAPII)  para o desenvolvimento de equipamentos médicos. 

O estudante João Maurício, concluinte do curso de licenciatura em Computação, acredita que iniciativas como a do PIS podem ajudar projetos como o dele, que é sobre “Computação acessível ao contexto”. “A estrutura oferecida pelo Polo de Inovação pode muito bem abraçar pessoas com a mesma condição que a minha, pois oferece condições de fomentar o desenvolvimento, absorvendo o melhor que a gente tem que é o conhecimento”, afirma João Maurício. 

Para a professora Josiane Borges, ver uma estrutura como a do PIS cria expectativas e gera um novo olhar para o Instituto. “No campus, a gente desenvolve os projetos, mas não conclui a ponto de comercializar os produtos. Aqui a gente vê que o Polo está mais preparado, mais amparado para tornar viável que esses projetos se concretizem a ponto de oferecer um produto pronto para o consumo”, aponta Josiane. 

A discente Ana Clara, do 4º ano do curso técnico integrado em Informática, relata que no campus Jacobina há muitas oportunidades e incentivo para desenvolver ideias para pesquisa, mas que a realidade do Polo a surpreendeu. “Nossos projetos saíam de nossas cabeças, iam para uma folha e iam para uma apresentação. Fiquei muito feliz em saber que as ideias que a gente não acha possível sair do papel, podem se tornar bem reais. São inovações que vão impactar tanto no mercado quanto na sociedade como um todo”, concluiu Ana Clara.  

Comunicação Polo de Inovação Salvador