Você está aqui: Página Inicial > Campus Paulo Afonso > Informes > Notícias > Notícias 2018 > Professor de Artes do IFBA do campus de Paulo Afonso é Convidado para Discussão Nacional sobre a participação do Ensino de Arte na BNCC do Ensino Médio
conteúdo

Professor de Artes do IFBA do campus de Paulo Afonso é Convidado para Discussão Nacional sobre a participação do Ensino de Arte na BNCC do Ensino Médio

publicado: 03/07/2018 10h57, última modificação: 03/07/2018 11h00

O Instituto Arte na Escola de São Paulo, esta promovendo dois encontros nacionais que visam discutir e propor alterações em relação a atual participação do ensino das artes na Base Nacional Comum Curricular (BNCCdo Ensino Médio preconizada pelo MEC.

Nestes encontros, divididos em duas etapas, dias 05 e 06 de julho em São Paulo e dias 22 e 23 de agosto em Brasília, estarão presentes professores, pesquisadores e coordenadores dos pólos do Instituto do Arte na Escola de vários estados do Brasil. A idéia é que fruto desse encontro seja elaborada uma proposição que deve complementar a lei atual que será apresentada para o Conselho Nacional de Educação em 22 e 23 de Agosto em Brasília.

O Professor, Artista Visual e Pesquisador Genilson Silva, que assina artisticamente como Victor Venas, foi convidado para participar dessa elaboração. Trabalhando há mais de 20 anos com arte-educação e atualmente lotado no campus do IFBA de Paulo Afonso, onde leciona Artes, Genilson atua do ensino fundamental à pós-graduação onde desenvolve principalmente trabalhos envolvendo Educomunicação, já foi premiado com esses trabalhos e tem vários artigos envolvendo arte-educação e tecnologias.

Em suas pesquisas no mestrado e no doutorado a arte enquanto saber sensível sempre foi referenciada. Para Genilson, a sua principal contribuição na elaboração deste documento direcionado ao Conselho Nacional de Educação diz respeito ao reconhecimento da relação entre sensível e inteligível vinculadas pela experiência estética tendo a arte como ponto de convergência, dessa forma o ensino de artes deve ser encarado de maneira tão importante quanto o das outras disciplina pois tanto a criatividade quanto o pensamento complexo surgem de conexões sensíveis, as imersões arte-educativas com suas múltiplas linguagens são capazes de promover tais conexões de maneira singular. 

Sobre a A Base Nacional Comum Curricular (BNCC)