Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2022 > Profnit-IFBA realiza mesa-redonda sobre desafios à reconstrução de políticas públicas de inovação no Brasil e na Itália
conteúdo

Profnit-IFBA realiza mesa-redonda sobre desafios à reconstrução de políticas públicas de inovação no Brasil e na Itália

Como ampliar as competências tecnológicas destes países e qual a sua capacidade de produzir novas tecnologias estão entre os temas a serem abordados pelos palestrantes Araken Lima (Brasil) e Paulo Leone Biancu (Itália). O evento é aberto ao público.
por Bárbara Souza publicado: 21/09/2022 07h06, última modificação: 21/09/2022 07h06

Na próxima sexta-feira (23), às 14h, será realizada a mesa-redonda "Desafios de CT&I: como reconstruir políticas públicas de Inovação no Brasil e na Itália?". Organizado pelos mestrandos do Ponto Focal Profnit-IFBA, alunos(as) da disciplina de Políticas Púbicas em CT&I, o evento, que é aberto ao público em geral, será transmitido pela RNP por meio do link https://conferenciaweb.rnp.br/spaces/ifba-ssa-2  

Sob a moderação do professor Euclides Bittencourt (Profnit-IFBA), os palestrantes Araken Lima (Brasil) e o Paolo Leone Biancu (Itália) farão explanações sobre como ampliar as competências tecnológicas destes países e qual a sua capacidade de produzir novas tecnologias, considerando os diversos fatores que interferem neste processo, entre elas o ambiente macroeconômico, regulatório, a disponibilidade de infraestrutura e a escassez de recursos financeiros, que afetam a capacidade de inovação das instituições e do setor produtivo.

Graduado em Ciências Econômicas, Araken Lima é doutor em Economia Aplicada e trabalha no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) desde 2006 como Tecnologista em Propriedade Industrial. Economista e engenheiro de produção, o professor Paolo Leone Biancu é pesquisador na Itália.

O Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação (Profnit) é um programa de pós-graduação stricto sensu, “dedicado ao aprimoramento da formação profissional para atuar nas competências dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) e nos Ambientes Promotores de Inovação nos diversos setores acadêmico, empresarial, governamental, organizações sociais, etc”, conforme descrito na página do programa. A Rede Nacional do Profnit é integrada por 37 Pontos Focais, distribuídos por 23 estados mais o Distrito Federal, e tem como Ponto Focal Sede a Universidade Federal de Alagoas.