Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2022 > Estudante do IFBA Campus Jacobina é aprovada, com bolsa integral, na Academia Latino-Americana de Liderança
conteúdo

Estudante do IFBA Campus Jacobina é aprovada, com bolsa integral, na Academia Latino-Americana de Liderança

Instituição sem fins lucrativos, a Academia Latino-Americana de Liderança (Lala) visa desenvolver nova geração de líderes "diversos, empreendedores e éticos".
por Verusa Pinho publicado: 23/11/2022 11h02, última modificação: 23/11/2022 11h04

Letícia Santos França, 18, estudante do 2° ano do curso técnico integrado em mineração do Campus Jacobina do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), acaba de ser aprovada, com bolsa integral, na Academia Latino-Americana de Liderança (Lala), para participar de Bootcamp Virtual em 2023.

Letícia pretende cursar Ciências Políticas e destaca que a Lala é uma excelente oportunidade para isso. A jovem já acumula conquistas ao longo da sua breve trajetória no campus:

  • Medalhista de ouro na 2ª Olimpíada Nacional em História do Brasil Aberta para Todos (ONHB-A);
  • Atualmente é diretora de regionalização do projeto Tocando em Frente, uma ponte entre futuros líderes e iniciativas brasileiras;
  • Além de estar na última fase do Programa de Embaixadores da Brazil Conference at Harvard & MIT, que irá selecionar até dez (10) brasileiros para participar da 9ª edição do evento, previsto para o final de março e o início de abril do próximo ano, com o objetivo de promover lideranças juvenis para resolução de problemas sociais no país.

 
Fique por Dentro

Instituição sem fins lucrativos, a Academia Latino-Americana de Liderança visa desenvolver nova geração de líderes "diversos, empreendedores e éticos". Ao identificar jovens de alto potencial com idade entre 14 e 20 anos - muitos deles de comunidades historicamente marginalizadas -, a Academia lhes dá acesso a programas focados em habilidades de liderança, empreendedorismo, inovação social, aprendizagem social-emocional e pensamento crítico. Os ex-alunos da Lala se juntam a uma comunidade vitalícia de pessoas e organizações parceiras que trabalham juntas para enfrentar os desafios mais prementes da região. 

Nos acampamentos imersivos de cinco (5) dias, procura-se fortalecer o networking dos alunos e o senso de comunidade, por meio de atividades intra e interpessoais. O objetivo é conectá-los a outros jovens líderes latino-americanos, bem como à sua identidade de liderança de impacto social. 

Após a imersão na Lala, os estudantes se tornam membros vitalícios da Academia, com acesso a ex-alunos, mentores e eventos exclusivos, assim como recursos, a exemplo de bolsas de estudo, e estágios, dentro e fora da organização.

Verusa Pinho é jornalista do Campus Jacobina.