Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2021 > Polo de Inovação oferta curso de Captação e Execução de Projetos em PD&I a servidores do IFBA
conteúdo

Polo de Inovação oferta curso de Captação e Execução de Projetos em PD&I a servidores do IFBA

O Polo de Inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) está ofertando aos(às) servidores(as) da Instituição o curso de Captação e Execução de Projetos de Pesquisa Desenvolvimento e Inovação (PD&I).
por Iali Moradillo publicado: 25/03/2021 13h48, última modificação: 25/03/2021 21h42

Com o objetivo capacitar 50 servidores(as) do IFBA para atuação em prospecção e execução de projetos de Pesquisa Desenvolvimento  e Inovação  (PD&I) no âmbito do Polo de Inovação – EMBRAPII IFBA, o curso surge para complementar as capacitações já realizadas anteriormente e aumentar a quantidade de servidores capacitados para atuarem na área de PD&I, conforme explica Juliano Lopes, diretor-geral pro tempore do Polo de Inovação. “A Embrapii [Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial] promoveu algumas ações de capacitação no início da parceria com o IFBA, contudo, muitas orientações foram alteradas e temos constantes mudanças nas equipes com renovação em algumas áreas. Então verificamos a necessidade de oferecer a capacitação para os colegas que já atuam nos projetos Embrapii e demais que possam se somar”, informa.

As vagas serão preenchidas por ordem de inscrição seguindo o seguinte cronograma: para o primeiro grupo, de 29 de março a 4 de abril, são reservadas 40 vagas para servidores já inscritos no Banco de Competências e/ou participantes do 2º Seminário do Polo de Inovação Salvador (PIS). As 10 vagas restantes serão disponibilizadas no período de 12 a 18 de abril. Todas as inscrições devem ser realizadas pelo site https://www.even3.com.br/cursodopolodeinovacao/. Neste mesmo local será disponibilizada no dia 23 de abril, os confirmados para participar do curso.

Durante as aulas, que acontecerão no formato on-line, às terças e quintas-feiras, das 14h às 18h, serão abordados conceitos relativos à pesquisa para materialização de uma ideia e ao gerenciamento de projetos e inovação. A proposta é que ao final do curso os(as) servidores(as) sejam potenciais pesquisadores(as) e gestores(as) de projeto com atuação em inovação tecnológica. A carga horária total é de 24h.

CAPTAÇÃO DE PROJETOS E EXPERTISE EM PESQUISA

“Temos um potencial enorme de propor e produzir novos projetos e esse potencial pode e deve ser aproveitado, com benefícios para a sociedade, que pode usufruir dos resultados de projetos inovadores voltados para a redução das desigualdades que se aprofundaram na pandemia”, afirma Luzia Mota, reitora do IFBA, ao destacar que a Instituição conta com um quadro docente “muito qualificado” e mais de 100 grupos de pesquisa que envolvem o trabalho de pesquisadoras e pesquisadores de vários campi. Segundo ela, a capacitação de docentes pesquisadores (as) para a prospecção e execução de projetos de PD&I no Polo de Inovação do IFBA “é uma das nossas metas para assegurar a ampliação da participação de profissionais que tenham interesse em desenvolver projetos, que têm ideias inovadoras e que detêm saberes e expertise em pesquisa”.

Luzia Mota ressalta ainda que o Polo de Inovação do IFBA é uma unidade credenciada para dar o suporte necessário ao desenvolvimento e à execução de projetos de PD&I e “tem a experiência e competência” para este fim. “Desejamos que cada dia mais pesquisadoras e pesquisadores do IFBA se integrem ao Polo de Inovação”, conclui. O diretor do Polo de inovação, Juliano Lopes, também sublinha a importância da capacitação dos(as) servidores(as), que segue um alinhamento quanto à gestão dos projetos observando as diretrizes e regras vigentes no âmbito da cooperação. Ele destaca que é importante “criar condições para que mais colegas técnicos e professores, pesquisadores de modo geral, possam atuar nesse tipo de ação”. Além disso, ressalta o objetivo desta capacitação: aumentar a captação de projetos e os executá-los de maneira eficaz e efetiva, evitando retrabalho e, consequentemente, reduzindo o tempo e os custos operacionais.

Apesar do desejo de que a capacitação seja permanente, ainda não há perspectivas para uma próxima turma, visto que é necessário avaliar os resultados dessa primeira. “Vamos avaliar o desempenho nessa primeira ação, ver o nível de adesão e os resultados. Mas, o objetivo fazer desta uma ação contínua”, explica o diretor do Polo de Inovação.