Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2021 > Polo de Inovação do IFBA integra Rede de Inovação em Transformação Digital, do MCTI com a EMBRAPII
conteúdo

Notícias

Polo de Inovação do IFBA integra Rede de Inovação em Transformação Digital, do MCTI com a EMBRAPII

por Helen Sampaio publicado: 11/03/2021 18h14, última modificação: 12/03/2021 14h14

O Polo de Inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), será membro permanente da Rede MCTI – EMBRAPII de Inovação em Transformação Digital, criada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII), vinculada ao MCTI.

Juliano Lopes_diretor do Polo de Inovação do IFBA
Juliano Lopes,diretor do Polo de Inovação do IFBA

O diretor do Polo de Inovação, Juliano Lopes, que esteve presente de modo virtual no lançamento da Rede MCTI-EMBRAPII, na última quarta-feira (10), explica que, com a atuação na Rede, haverá um desdobramento dos programas e ações já desenvolvidas na parceria com a EMBRAPII. “A perspectiva da Rede é trazer novas contribuições ao ecossistema de inovação brasileiro, onde as empresas parceiras terão acesso às capacidades técnicas de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação de todos os agentes, com foco em novos produtos e novos processos industriais. Portanto, fazer parte dessa Rede significa, sobretudo, dar mais visibilidade à nossa Unidade, interagir mais com as demais unidades e fomentar novos projetos”, disse.

O Polo de Inovação do IFBA é uma das nove unidades especiais da Rede Federal de Educação Tecnológica, com a finalidade de atender às demandas das cadeias produtivas em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I), Formação Profissional e prestação de Serviços Tecnológicos para os setores de base tecnológica. É credenciado pela EMBRAPII na área de equipamentos médicos, seus dispositivos e acessórios, desenvolvendo inovações para a indústria de base mecânica, eletrônica e de materiais do Complexo Industrial de Saúde. Além disso, o Polo de Inovação participa do INCT Ciência, Inovação e Tecnologias em Saúde (CITECS), do MCTIC.

O convite para integrar a Rede MCTI-EMBRAPII como membro permanente, segundo Lopes, surgiu a partir da constatação da atuação relevante do Polo de Inovação do IFBA. Ao todo, 21 unidades compõem a Rede, sendo três Institutos Federais: o IFBA, o IFCE e o IFPB. “Trazer para o Polo de Inovação IFBA novas linhas de pesquisa, potencializando o que já é desenvolvido e, consequentemente, novas e diferentes competências tecnológicas para uma rede capaz de atender às distintas demandas do setor produtivo por inovação. Essa é a nossa maior expectativa”, conta Lopes.

De acordo com a EMBRAPII, a Rede contará com recursos da Lei Informática e do Programa Rota 2030, o que significará o investimento de R$ 140 milhões destinados em PD&I. A iniciativa possuirá cinco modalidades de fomento: Projetos “tradicionais”; Projetos de encadeamento tecnológico, que envolve duas ou mais empresas de diferentes portes para soluções; Projeto a pequenas e médias empresas e startups; Ações complementares com startups – ciclo completo; Desenvolvimento de competências estratégicas.

Saiba mais sobre o Polo de Inovação do IFBA e sua expertise.