Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2020 > IFBA publica especial e realiza live para comemorar o julho das mulheres negras latino-americanas e de Tereza de Benguela
conteúdo

IFBA publica especial e realiza live para comemorar o julho das mulheres negras latino-americanas e de Tereza de Benguela

Intitulado “Sabedorias de mulheres negras do IFBA”, o encontro online vai reunir dez mulheres negras de variadas áreas do Instituto. O Especial conta, por meio dos perfis, a trajetória dessas mulheres.
publicado: 30/07/2020 09h51, última modificação: 30/07/2020 10h05

Nesta sexta-feira (31), a partir das 20h, acontecerá a live intitulada “Sabedorias de mulheres negras do IFBA”, com transmissão pela TV IFBA, na plataforma Youtube. O encontro virtual vai reunir dez mulheres negras de variadas áreas e níveis de engajamento com a instituição. Durante a live, que contará com a participação da reitora Luzia Mota, o público poderá interagir com as trajetórias inspiradoras dessas mulheres.

A mediação será feita pela jornalista, doutora em antropologia e publisher da Flor de Dendê, Cleidiana Ramos. A jornalista é também coordenadora do curso Ialodê em Casa, direcionado à formação em direito à informação em raça, etnia e diversidade sexual, que vem sendo oferecida pelo IFBA - por meio de uma promoção da Diretoria de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis (DPAAE) com o apoio da Universidade Aberta do Brasil - UAB/IFBA -  para comunicadoras e comunicadores, gestoras e gestores, professoras e professores, além de membros da comunidade externa. 

MULHERES ESPECIAIS - Elaborada em parceria com a Flor de Dendê, a publicação que será lançada durante o encontro online é um especial para marcar o mês de debates sobre gênero associado às questões raciais, pois no último dia 25 comemorou-se internacionalmente o Dia da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha e, nacionalmente, o Dia de Tereza de Benguela, a líder de um quilombo que reuniu negros e indígenas no século XVIII na região do hoje Mato Grosso.

A edição inclui a graduada em Letras, Bárbara Borges e a profissional de serviços gerais, Rita de Cácia Araújo, que são terceirizadas; as servidoras do setor administrativo,  Maria Aparecida Ribeiro e Priscila Uzeda; a estudante Maria Heloísa Costa; a aposentada, Carmelita Osório; a diretora do campus de Valença, Genny Ayres; a professora do campus Feira de Santana, Waneska Cunha, a sindicalista Marlene Santos Socorro e a ex-aluna da instituição e hoje doutora em química, Bárbara Carine.

Promovida pela DPAAE, com o apoio da UAB/IFBA e da Diretoria Sistêmica de Gestão da Comunicação Institucional (Dgcom),  a publicação conta, por meio dos perfis, a trajetória dessas mulheres, sua relação com a IFBA e como ela influenciou seus olhares sobre questões como a desigualdade de gênero e o racismo nas coletividades onde estão inseridas.