Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2020 > Engenharia química alcança conceito máximo no CPC do MEC
conteúdo

Engenharia química alcança conceito máximo no CPC do MEC

por Henrique Soares publicado: 25/06/2020 10h09, última modificação: 25/06/2020 10h09

O curso de engenharia química do campus Salvador do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) alcançou a nota máxima no Conceito Preliminar de Curso (CPC) ano base 2019. A informação foi divulgada no dia 17 deste mês, na Plataforma Nilo Peçanha do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

De acordo com os dados, trata-se do único conceito 5 entre os cursos de engenharia química ofertados pela Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e um entre os quatro cursos de engenharia do país ofertados na rede federal que alcançaram o conceito máximo. 

Os dados divulgados pela Plataforma Nilo Peçanha reúne apenas os relacionados às instituições da rede federal e não incluem as universidades e demais instituições de ensino superior.

Em 2018, o curso já havia alcançado destaque no resultado da edição 2017 do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e ficou na terceira posição no Brasil, com Conceito Enade Contínuo maior que os de instituições como a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

O CPC é o conceito que avalia o curso em uma escala de 1 a 5 e um indicador prévio da situação dos cursos de graduação no país. Divulgado anualmente, o CPC é calculado a partir do desempenho dos estudantes na prova do Enade, Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD), informações sobre o corpo docente e a percepção dos estudantes sobre seu processo formativo em questionário do Enade.