Você está aqui: Página Inicial > Institucional > O Instituto
conteúdo

O Instituto

por Simone Lopes publicado 12/08/2019 08h05, última modificação 20/08/2019 09h58

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), criado no dia 29 de dezembro de 2008, quando sanconada a Lei nº 11.892, responsável por instituir a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e transformou o Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia (CEFET) em Instituto Federal da Bahia (IFBA), vinculado ao Ministério da Educação (MEC), e membro do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif)possui natureza jurídica de autarquia, sendo detentor de autonomia administrativa, patrimonial, financeira, didático-pedagógica e disciplinar.

A base do ensino técnico profissional, contudo, já estava bem fincada há muito mais tempo, desde 1909, ano em que o presidente Nilo Peçanha ergueu, em apenas três meses, as primeiras 19 escolas de Aprendizes Artífices, que revolucionariam a educação de um país. Essas escolas são a origem dos Centros Federais de Educação Profissional e Tecnológica (CEFETs). Conheça mais através da nossa Memória IFBA.

O Instituto Federal da Bahia têm o compromisso social de oferecer educação profissional pública, gratuita e de excelência a jovens e trabalhadores, do campo e da cidade; viabiliza o acesso efetivo às conquistas cientificas e tecnológicas, por meio da oferta de qualificação profissional em diversas áreas de conhecimento; promove a pesquisa aplicada e a inovação e atua fortemente na extensão tecnológica.

O IFBA tem como órgão executivo a Reitoria, instalada em Salvador, capital baiana, e caracteriza-se como instituição multicampi, constituída por 22 (vinte e dois) campi (Salvador, Barreiras, Brumado, Camaçari, Eunápolis, Euclides da Cunha, Feira de Santana, Ilhéus, Irecê, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Paulo Afonso, Porto Seguro, Santo Amaro, Santo Antonio de Jesus, Seabra, Simões Filho, Ubaitaba, Valença e Vitória da Conquista); 01 (um) Núcleo Avançado (Salinas da Margarida); 02 (dois) campi em fase de implantação, localizados em Jaguaquara e Campo Formoso; 05 (cinco) Centros de referência, também em construção, localizados nas cidades de Itatim, Casa Nova, São Desidério, Camacã e Monte Santo; e 01 (um) Polo de Inovação Salvador, cuja unidade fica no Parque Tecnológico da Bahia (Paralela, em Salvador/Ba); 

Na modalidade de ensino à distância (EAD), o IFBA possui cursos em 57 (cinquenta e setes) cidades baianas: Amargosa, Belmonte, Bom Jesus da Lapa, Brumado, Cachoeira, Caldeirão Grande, Camacan, Camaçari, Candeias, Castro Alves, Conceição do Almeida, Dias D'Ávila, Elísio Medrado, Euclides da Cunha, Feira de SantanaGandu, Ibicuí, Ibirapitanga, Ilhéus, Ipirá, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Itaparica, Itapetinga, Itapicurú, Jacobina, Jaguaquara, Jequié, Juazeiro, Jussari, Laje, Lauro de Freitas, Macaúbas, Manoel Vitorino, Mascote, Mata de São João, Mundo Novo, Muritiba, Nazaré, Nova Itarana, Pau-Brasil, Paulo Afonso, Pintadas, Piritiba, Salvador, Santa Luzia, Santo Antônio de Jesus, São Felipe, São Francisco do Conde, Seabra, Simões Filho, Sobradinho, Ubaitaba, Una, Utinga e Vitória da Conquista.

Através do Programa IFBA Saneando a Bahia (PISA), o IFBA amplia, ainda mais, sua atividade no estado da Bahia, com uma ação em parceria com a FUNASA, atuando no desenvolvimento de módulos para capacitação e apoio técnico à elaboração de minuta de Planos Municipais de Saneamento Básico de 50 (cinquenta) municípios: Almadina, Anagé, Antônio Gonçalves, Aracatu, Arataca, Aurelino Leal, Banzaê, Barro Preto, Boa Vista do Tupim, Bom Jesus da Serra, Brotas de Macaúbas, Caém, Camamu, Cocos, Contendas do Sincorá, Floresta Azul, Gentio do Ouro, Guajeru, Guaratinga, Heliópolis, Ibicaraí, Ibicuí, Igaporã, Itabela, Itapé, Itapebi, Itarantim, Jaguarari, Lagoa Real, Laje, Lajedinho, Maetinga, Malhada de Pedras, Maraú, Mirante, Mortugaba, Mutuípe, Ouriçangas, Pedro Alexandre, Pindaí, Pindobaçu, Planaltino, Presidente Jânio Quadros, Rafael Jambeiro, Riachão das Neves, Santa Brígida, Santa Cruz da Vitória, Souto Soares, Tremedal e Várzea Nova.

Desse modo, o IFBA está presente em 113 cidades da Bahia, que corresponde a 27% dos municípios baianos, atuando em 26 (vinte e seis) do total de 27 Territórios de Identidade do estado, atendendo indiretamente todos os municípios do Estado da Bahia se considerarmos que cada unidade atua como centro convergente e de expansão de ações nas áreas de educação, capacitação, empreendedorismo, pesquisa, inovação e desenvolvimento de tecnologias. Assim, o IFBA atua em todas as regiões da Bahia fortalecendo o sentimento de pertencimento das comunidades em que atua, contribuindo para o desenvolvimento social, ambiental, tecnológico e econômico do estado.

O IFBA além de oferecer educação profissional gratuita em diversas modalidades, possuir estrutura multicampi, promove a verticalização do ensino, isto é, a visão de que é necessário incentivar o estudante a buscar formação continuada.

Atualmente, possui mais de 36 mil estudantes (presenciais e à distância), 300 cursos presenciais (cerca de 90 cursos distintos, sendo 07 cursos de pós-graduação, 27 cursos superiores, 36 cursos técnicos e 03 cursos técnicos EJA),17 cursos à distância (sendo 01 pós graduação, 06 cursos superiores e 06 cursos técnicos), cerca de 1.700 professores (aproximadamente 1.500 efetivos e 200 substitutos) e mais 1.000 técnicos administrativos.