Você está aqui: Página Inicial > Campus Juazeiro > Notícias > 2022 > Agosto > Nota à Comunidade: Demandas Apontadas pelos Estudantes do Ensino Médio Integrado
conteúdo

Nota à Comunidade: Demandas Apontadas pelos Estudantes do Ensino Médio Integrado

publicado: 12/08/2022 19h32, última modificação: 12/08/2022 19h36

A ação Caminhos do IFBA, ocorrida nos dias 11 e 12 de Agosto no Campus Juazeiro, propiciou à Comunidade oportunidade de realizar ricos diálogos com a nossa Reitora. Foram momentos de esclarecimentos, orientações,  compromissos,  fortalecimento e alinhamento  das demandas institucionais do Campus. Com o diálogo entre servidores, terceirizados e estudantes dos Cursos Subsequentes e do Ensino Médio Integrado foi possível fortalecer as relações que nos une a todos, enquanto Comunidade IFBA. Na oportunidade, os estudantes do Ensino Médio Integrado entregaram uma carta à Reitora, contendo reivindicações por melhores condições de permanência e êxito e denúncias sobre práticas de assédio no Campus.

Nesse caso, com muito pesar, mas com o firme propósito de realizar as necessárias apurações, foram relatadas situações de importunação sexual nas dependências do Campus. Nesse contexto, a Reitora, o Pró-Reitor de Ensino e a Diretora-Geral do Campus reforçaram o repúdio a essas práticas e a todos os atos que envolvem assédio sexual em suas diversas formas. A Equipe reforçou que toda e qualquer ação dessa natureza, deve ser registrado e denunciado nos canais oficiais para que sejam dados os devidos encaminhamentos. Durante esses diálogos foram divulgados os canais em que se deve realizar as denúncias, a exemplo do Fala.BR - Plataforma Integrada de Ouvidoria e Acesso à Informação (cgu.gov.br)  mas também firmado o propósito de combater e, acima de tudo, prevenir tais comportamentos.

Luzia reforçou que o IFBA vem promovendo a Campanha de Enfrentamento ao Assédio Sexual e em 2021 formou uma Comissão multissetorial para a elaboração de uma minuta da Política de Prevenção e de Combate ao Assédio Sexual no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA). Na oportunidade, houve o comprometimento coma expansão da discussão sobre o tema no Campus com o intuito de prevenir acima de tudo esse tipo de assédio. Sarah Ribeiro Pierri, uma das pedagogas do Campus, sugeriu a formação de uma comissão de base feminina para acolher, discutir e encaminhar qualquer casos de desrespeito às pessoas em sua diversidade, essa ação será encaminhada, imediatamente pela Diretora-geral, dentre outras que foram apontadas na reunião.

registrado em: