Você está aqui: Página Inicial > Campus Jacobina > Notícias Campus Jacobina > 2021 > Cerimônia virtual marcará colação de grau dos primeiros formandos da Licenciatura em Computação do Campus Jacobina
conteúdo

Cerimônia virtual marcará colação de grau dos primeiros formandos da Licenciatura em Computação do Campus Jacobina

por Verusa Pinho publicado: 18/04/2021 11h32, última modificação: 27/04/2021 18h09

“Estamos muito felizes!”, comenta o coordenador da Licenciatura em Computação do Campus Jacobina do IFBA, Yuri Wanderley, ao se referir à primeira formatura do curso, que acontecerá no dia 30 de abril, às 19h, de maneira remota e reservada a convidados, através da sala virtual do curso, com transmissão pelo canal do Youtube do campus, devido à situação de distanciamento social imposta pela atual pandemia.

Jorge de Souza compõe o trio que representa a 1ª turma de concluintes do curso. Autor do estudo Uma análise das dificuldades de aprendizagem da Lógica de Programação no Ensino Técnico Integrado em Informática, sob orientação da docente Carina Machado, ele ressalta a contribuição da pesquisa desenvolvida: “As dificuldades estão ligadas à falta de experiência com Lógica de Programação antes do ingresso no curso técnico de informática, à carência em interpretação de textos, matemática básica e inglês, além de problemas socioeconômicos que influenciam no rendimento escolar dos alunos, podendo causar a reprovação na disciplina cursada e até evasão. Nosso objetivo foi coletar e analisar dados que auxiliem a compreender os fatores que dificultam a aprendizagem da disciplina, base para o bom desempenho dos estudantes no decorrer do curso”, destaca.

Segundo o jovem, o curso proporcionou-lhe bom desenvolvimento pessoal na comunicação e elaboração de textos. “Também me proporcionou contatos para projetos a serem desenvolvidos. As experiências com estágios e projetos criaram uma visão diferente da educação escolar. Produzimos projetos educacionais para diversos públicos. Um deles é o Libras Game, que utiliza a matemática de maneira educacional e interativa em conjunto com a Língua Brasileira de Sinais. Participei, ainda, de projeto de extensão do tipo Monitoria da disciplina Lógica de Programação. Todas essas conquistas foram oportunizadas e alavancadas pelos excelentes professores e profissionais técnicos do IFBA Jacobina”, pontua. 

Para o coordenador da formação, todas as temáticas dos TCCs são inovadoras e demonstram a qualidade da formação que os estudantes tiveram ao longo do curso, fazendo a convergência dos campos da educação e da informática, que é o objetivo da Licenciatura em Computação. “Estamos muito felizes pela celebração desta 1ª colação de grau”, declara o prof. Yuri.

Os formandos defenderam seus TCCs durante as atividades de ensino não presenciais emergenciais (AENPEs) ao longo do segundo semestre de 2020. Robótica Pedagógica Sustentável no exercício do pensamento computacional e análise da evasão na Licenciatura são os outros temas dos TCCs, autoria de Ed Carlos Sousa e Vinícius Silva, respectivamente.

Perfil do Curso

Recentemente avaliado pelo MEC com nota 4, numa escala de 1 a 5, o curso tem duração mínima de quatro anos, preparando o futuro profissional para integrar equipes multidisciplinares de consultoria em secretarias de educação, instituições de ensino e empresas, bem como equipes técnicas para construção de ambientes virtuais de aprendizagem.

“O/a licenciado/a está apto/a para atuar tanto na parte técnica quanto pedagógica. São poucos os profissionais que dominam essas duas áreas, o que se revela como um grande diferencial no mundo do trabalho”, destaca Yuri.

A carreira de pesquisador em tecnologias educacionais e ensino da computação ou de empreendedor no desenvolvimento de hardwares e softwares voltados para a educação são outras escolhas. Com estágio supervisionado e atividades complementares, os formandos elaboram monografia, que pode abranger criação de produto, dos quais aplicativos e jogos são exemplos.

“No atual estágio do avanço tecnológico, a computação se mostra estratégica, pois, direta ou indiretamente, é aproveitada em todos os setores da economia. No caso de Jacobina, mais de metade da riqueza produzida no município está concentrada na prestação de serviços, que demanda a atuação do profissional de informática, seja na instalação e manutenção de redes de computadores, no gerenciamento de bancos de dados, no desenvolvimento de softwares e sistemas para internet ou na computação gráfica. Além do IFBA, outras instituições de ensino situadas na região ofertam cursos técnicos na área e se caracterizam como possíveis ambientes de trabalho”, ressalta o docente.

Saiba Mais

Presente nas mais diversas esferas sociais, a computação é, atualmente, um dos campos de maior crescimento, mesmo diante das incertezas econômicas. “As tecnologias da informação e comunicação perpassam por todas as relações e processos: cotidianos, culturais, econômicos, educativos... O campo de atuação se alarga na mesma velocidade que se expandem essas tecnologias, em todas as dimensões”, explica o professor e atual coordenador do curso, Yuri Wanderley. 

“Embora a educação profissional constitua o principal campo de trabalho dos licenciados, haja vista a grande demanda de profissionais para formar os quadros docentes dos cursos técnicos, é possível que eles atuem no ensino básico regular, lecionando disciplinas da área de computação, na consultoria ou gestão de laboratórios de informática, infocentros e outras atividades que demandem conhecimento pedagógico e computacional. Poderão ainda trabalhar como empreendedores, desenvolvendo soluções de informática voltadas para o setor educacional ou ofertando consultoria quanto ao uso de tecnologias na educação”, elenca o docente. 

Inclusão digital, computação desplugada e robótica educacional aliados à ludicidade, raciocínio lógico e aprendizagem criativa, fazem parte dos projetos de pesquisa e extensão vinculados ao curso, que já renderam até premiações em eventos científicos nacionais e internacionais. 

Recém-criado, o Grupo de Pesquisa em Computação de Jacobina (JaComp) atua no contexto da engenharia de software, banco de dados, ubiquidade e sistemas distribuídos, bem como tecnologia educacional, com ênfase em jogos. Composta por professores e discentes do IFBA, a equipe é coordenada pelo professor Alberto Viana, doutorando em Ciência da Computação e mestre em Modelagem Computacional e Tecnologia Industrial. 

registrado em: