Você está aqui: Página Inicial > Campus Jacobina > Notícias Campus Jacobina > 2020 > Estudantes e professores do campus participam do 7º Conedu
conteúdo

Estudantes e professores do campus participam do 7º Conedu

Evento acontece de forma virtual até este sábado, 17
por Verusa Pinho publicado: 16/10/2020 14h15, última modificação: 19/10/2020 07h20

Orientados por professores de diferentes áreas, estudantes do Campus Jacobina do IFBA participam da 7ª edição do Congresso Nacional de Educação (Conedu), que acontece até este sábado, 17, de forma totalmente virtual. 

Plataformas Virtuais Colaborativas Aplicadas ao Desenvolvimento de Protótipos em Arduino nos Tempos de Distanciamento Social é o título do artigo de autoria das formandas de eletromecânica Beatriz Gomes, Fernanda Souza e Mariana Dantas, sob orientação do docente Alexandre Kida, integrantes do Grupo de Pesquisa em Computação do campus (JaComp). A publicação fará parte dos anais do Conedu como resumo expandido, sendo apresentada pela equipe em formato de pôster. 

Para a jovem Beatriz, que escreveu artigo e obteve aprovação em evento científico pela primeira vez, apesar da pandemia, foi possível transpor o ambiente físico para o virtual, dando continuidade ao projeto. “O nosso trabalho de conclusão de curso se baseia em relés de proteção digital e medidores de energia, dando origem a esse artigo, que mostra como conseguimos contornar as adversidades impostas pela Covid-19 e implementar funções de proteção aos dispositivos e medição a distância de maneira remota através da prototipagem em Arduino e plataformas virtuais. Tais dispositivos aumentam a confiabilidade da medição e, também, proteção, seja para a máquina, componentes ou usuários, podendo ser empregado nos laboratórios do  campus”, explica. 

“O distanciamento social e as medidas de segurança da atual pandemia ameaçaram o desenvolvimento de projetos práticos na educação profissional técnica. O trabalho desenvolvido pelas alunas relata como foi possível contornar tais circunstâncias e continuar com o desenvolvimento e a documentação de protótipos em Arduino, como o medidor de energia e relé de proteção digital, utilizando de ferramentas virtuais colaborativas de organização (Trello), simulação (Tinkercad) e escrita (Office 365 e Google Docs)”, acrescenta o professor, mestre em engenharia elétrica.

Já o sociólogo e docente do campus Jonatã Bittencourt teve estudo aprovado para publicação em formato e-book no mesmo evento. Articulando Conhecimentos e Expandindo Horizontes de Pesquisa Discente: Um Relato de Experiência Didático-Pedagógica do Uso da Sociologia no Núcleo Tecnológico da Formação Profissional é o título da pesquisa, elaborada em parceria com Luzania Barreto, doutora em ciências sociais e professora da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).

E teve aprovações na área de educação inclusiva também. Sob orientação do docente Toni Borges, o Tabuleiro de Comandos: Uma Proposta de Acessibilidade para o Ensino de Rede de Computadores para o Aluno Cego explora a capacidade tátil e o aprendizado em Braille. Construído com papelão, o tabuleiro substitui os softwares de ambientes simulados incompatíveis com as tecnologias utilizadas em sala para a leitura das telas do computador. São autoras do artigo as estudantes Jeiza Santos e Thais Almeida.

Orientados pela bióloga e professora Bruna Oliveira, outros três estudos compõem o rol de aprovações. Desenvolvidos pelas alunas de mineração Gabriela Alves e Maiana de Sousa, e pelos estudantes de eletromecânica Jonathas Bonfim e Édon Macêdo, os estudos abordam a ocorrência da dengue no município de Jacobina; as pneumoconioses relacionadas à atividade mineradora, bem como o potencial biocida [combate a pragas] do ácido oxálico, proveniente da produção do sisal.

O evento segue até este sábado, 17, através do site www.conedu.com.br

registrado em: