Você está aqui: Página Inicial > Campus Irecê > Notícias e Comunicados IFBA Irecê > Notícias 2020 > Universidades e Institutos Federais publicam Manifesto da Educação Superior Pública de Qualidade no Estado da Bahia
conteúdo

Universidades e Institutos Federais publicam Manifesto da Educação Superior Pública de Qualidade no Estado da Bahia

última modificação: 13/07/2020 14h35

Dez instituições públicas assinaram o Manifesto da Educação Superior Pública de Qualidade no Estado da Bahia.  Além do IFBA, o IF Baiano, quatro universidades federais (Ufba, UFRB, Ufob e UFSB) e quatro estaduais (Uneb, Uefs, Uesc e Uesb) são signatárias do documento, elaborado na última terça-feira (07) na reunião que contou com a participação dos(as) reitores(as) das instituições.

Durante o encontro, foi discutida a situação atual da pandemia e seus impactos no segmento e na comunidade de cada universidade e instituto. O corpo de dirigentes reafirmou princípios e compromissos que regem e continuarão a reger o posicionamento e as decisões das instituições no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

A publicação do Manifesto da Educação Superior Pública de Qualidade no Estado da Bahia informa à sociedade baiana o propósito das instituições de constituir “uma rede estadual de cooperação acadêmica”.  

“No enfrentamento da crise, respeitando a autonomia de cada instituição, constituiremos protocolos formais e informais de cooperação que, sobretudo, favoreçam ao acolhimento e a proteção de nossa comunidade de estudantes, docentes, técnicos e terceirizados”, detalha o texto do documento.

Entre os compromissos firmados pelas universidades e institutos federais, está o compartilhamento de “recursos de capacitação, conteúdos acadêmicos e espaços físicos”.

 MEDIDAS CONCRETAS E DEFESA DA VIDA - Os(as) reitores(as) afirmam no Manifesto que “medidas concretas serão detalhadas e divulgadas oportunamente”, e ressaltam: os princípios que unem as instituições são “inegociáveis”. “Em primeiro lugar, a defesa da vida, que não precifica nem pode se tornar objeto de mero cálculo. Em segundo lugar a exigência de acesso equânime às condições de formação acadêmica, presencial ou não presencial”.

O documento cita ainda como princípio do corpo de dirigentes a “obrigação de garantir e preservar em qualquer ambiente e por todas as formas, a qualidade de nosso ensino, pesquisa e extensão”.

O Manifesto da Educação Superior Pública de Qualidade no Estado da Bahia afirma,  em conclusão: “A educação é, afinal, um projeto de longa duração. É a maior aposta de uma sociedade democrática em seu futuro, devendo ser nosso melhor legado às gerações vindouras. E, por maior que seja o desafio, os que têm a educação pública e a democracia no coração não deixarão de vencer”. Acesse o documento na íntegra aqui.

 

Adaptado de Bárbara Souza, comunicação Reitoria

registrado em: