Você está aqui: Página Inicial > Campus Irecê > Notícias e Comunicados IFBA Irecê > Notícias 2020 > Audiência Pública: Plano de Contingência do IFBA frente à pandemia é apresentado aos Campi de Irecê e Barreiras
conteúdo

Audiência Pública: Plano de Contingência do IFBA frente à pandemia é apresentado aos Campi de Irecê e Barreiras

publicado: 06/08/2020 16h14, última modificação: 06/08/2020 16h14

Em audiência pública realizada ontem, 5, às 9h, os campi de Irecê e Barreiras puderam apreciar o Plano de Contingência do IFBA frente à pandemia do Sars-Cov-2 (Coronavírus). Apresentado pelo Pró-reitor de Ensino Phillipe Murillo (PROEN) e Marcilene Garcia (DPAAE), o documento foi produzido de forma coletiva e colaborativa por Câmaras Técnicas, e nele são apresentados um conjunto de protocolos que visa à redução do impacto originado pela suspensão das atividades acadêmicas e administrativas presenciais.

O objetivo da audiência foi assegurar às comunidades acadêmicas dos campi participação no processo de formulação do Plano, cujo teor será submetido à avaliação do Conselho Superior, instância à qual caberá a decisão pela aprovação da sua versão final.

A apresentação do plano foi feita em três dimensões, onde formam abordados aspectos quanto à sua elaboração, seu conteúdo, e alguns números em gráficos a respeito de pesquisa realizada com comunidade discente, dando destaque para os dados obtidos nos campi participantes da audiência.

Abordando a forma como os trabalhos foram realizados pelo Comitê Central (formado por 57 pessoas, entre elas representantes dos 22 Campi e da Reitoria, bem como representações de classe, Sinasefe e Apub ), Phillipe destaca a participação da coletividade e ressalta esse aspecto no documento. O Pró-reitor também lembra que o plano é de “caráter emergencial”, “não são mudanças permanentes” na instituição.

Em seu conteúdo o documento propõe uma serie de medidas no intuito de mitigar os impactos causados pela suspensão das atividades. Suspensão essa que atinge em torno de 30 mil estudantes do IFBA, segundo dados apresentados.

Na explanação de alguns pontos vinculados à área de ensino, receberam destaques, além de outras, questões como flexibilização de atividades, mais autonomia para os campi, preservação da saúde física e emocional de toda a comunidade, atendimento psicossocial, programas de bolsas permanência para os estudantes, acolhimento e busca ativa aos discentes com maiores necessidades, bem como planos para melhoria da acessibilidade.  

Como proposta para os campi que não iniciaram o ano letivo 2020, que é caso do campus Irecê, o documento aborda duas alternativas, que seriam atividades síncronas, ações com integração simultânea de docentes e estudantes, ‘componentes curriculares eletivos ou optativo, atividades complementares com aproveitamento de integralização’. Outra alternativa seria atividades assíncronas, com ações que ocorrerem sem simultaneidade, mediados ou não por ferramentas digitais, avaliações diagnosticas formativas na forma assíncrona que não depende de conexão simultânea, com atendimento orientação e ações complementares não presenciais na forma assíncrona.

Já na abordagem da pesquisa realizada pelo próprio IFBA com seus estudantes foram apresentados os principais números. No Campus Irecê 47% dos estudantes respondeu à pesquisa. Dos participantes 87% afirmou possuir conexão de rede para acesso à internet que permita sua participação em atividades online. 63% indicou possuir equipamentos, como computador, notebook ou tablete, e que estão em condições de uso imediato em aulas online.

Entre as principais ações de inclusão digital apresentadas estão aquisições de 2.000 tablets, 6.000 pacotes de dados móveis, capacitação para servidores com ênfase na utilização de ambientes virtuais, editais de projeto de ensino voltados para atividades não presenciais, etc.

Em respostas a algumas participações, o Pró-reitor também prestou esclarecimentos sobre as compras de materiais e equipamentos, mas ressaltou que essa é uma ação a ser vista com a Pró-reitoria de Administração.

Entre as dificuldades apresentadas pela comunidade estão o uso de plataformas digitais, como o Moodle, bem como as edições de vídeos para uso nas atividades de aula.

Segundo Phillipe, o Moodle institucional versão 3.9, é uma ferramenta nossa e seu uso constante “é uma maneira de aperfeiçoarmos a própria”. Ele também ressalta que “o controle dos dados é maior em relação às empresas privadas. “A ideia é que ele seja integrado ao Suap no futuro”, destaca o Pró-reitor.

Quanto às gravações dos vídeos, Phillipe esclarece que se for realmente uma grande dificuldade, “talvez tenhamos que abrir mão da gravação dos vídeos”. “Teremos outras formas de interagir... Diante dos nossos limites precisamos criar mecanismos... Precisamos criar outras formas para aulas” conclui.

O texto preliminar do Plano de Contingência (clique aqui) será avaliado e votado pelo Conselho Superior (Consup) do IFBA no próximo dia 11. As contribuições ao texto podem ser inseridas por meio de formulário online específico disponível no link  https://forms.gle/KjxJ9EZE1WPeYA9G8, até o dia 10.

 

Mensagem do Comitê Central à comunidade IFBA

registrado em: