Você está aqui: Página Inicial > Campus Ilhéus > Comunicados e Notícias > Comunidade de Ilhéus conhece e debate Plano de Contingência durante Audiência Pública
conteúdo

Comunidade de Ilhéus conhece e debate Plano de Contingência durante Audiência Pública

por CAMPUS ILHEUS publicado 03/08/2020 19h10, última modificação 03/08/2020 19h10

O Plano de Contingência Institucional do Instituto Federal da Bahia Frente à Pandemia do Sars-Cov-2 (Coronavírus) foi apresentado à comunidade de Ilhéus, na manhã desta segunda-feira, (03) durante audiência pública. O encontro online foi coordenado pela Pró-Reitora de Extensão, Nívea Cerqueira, e pelo Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, Jancarlos Lapa. Os campi Ilhéus e Ubaitaba participaram conjuntamente da reunião virtual. 

O texto preliminar do Plano de Contingência Institucional, apresentado durante audiência, é resultado de um processo que envolveu os comitês central e locais de Prevenção e Acompanhamento da Pandemia da Covid-19, além das Câmaras Técnicas. Após os debates nas audiências públicas, serão apresentadas, no próximo dia 11, as contribuições ao Conselho Superior (Consup), com a versão final do Plano de Contingência Institucional, cabendo ao Consup a decisão pela aprovação da versão final do documento que define parâmetros para a adoção do ensino remoto emergencial.
Durante a audiência foram apresentados alguns dos dados das pesquisas institucionais, realizadas nos campi, que traçaram um perfil dos estudantes da instituição, principalmente em relação aos números de acesso e inclusão digital.
Em Ilhéus, 41% dos alunos responderam a pesquisa. Desses 41% respondentes, 39% consideram adequado dar continuidade às atividades de ensino online, contra 61%. Apenas 18% afirmaram que possuem um ambiente necessário para concentração e participação das aulas remotas e também 18% afirmaram possuir conexão de rede para acesso à internet que permita a participação em atividades online. Ainda segundo a pesquisa, 57% dos estudantes possuem algum tipo de equipamento para uso imediato em aulas remotas (computador, e/ou notebook, e/ou tablet) e 66% estão em famílias com renda per capita de até dois salários mínimos.

De acordo com essa realidade, a audiência também destacou algumas ações que buscam tentar atender aos discentes que tenham dificuldade na área, como a verba disponibilizada pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC), do Ministério da Educação, para a compra de dois mil tablets para o Instituto. A compra desses equipamentos está em processo de licitação e serão distribuídos pelos campi. Eles serão emprestados aos estudantes que não possuem acesso à tecnologia digital.

Durante a audiência, as perguntas mais frequentes foram voltadas à previsão de data para o retorno das atividades presenciais, ao calendário acadêmico de 2020, à operacionalização de atividades de ensino remotas, previstas no Plano de Contingência, e ao que será feito para assegurar que estudantes que não dispõem de acesso ou têm acesso precário à internet tenham condições de participar e acompanhar as atividades acadêmicas.

Ainda foi destacada a autonomia por parte dos campi para decidir a adesão, ou não, das ações estabelecidas no plano, de acordo com cada realidade local. Segundo o Pró-Reitor JanCarlos, a volta presencial será estabelecida apenas com muita segurança e quando acontecer, será dentro de todos os protocolos de higiene mais rígidos, sendo a última das etapas após todos os diagnósticos específicos.

Clique aqui para acessar a íntegra do Plano de Contingência. As contribuições ao texto podem ser inseridas por meio de formulário online específico disponível no link https://forms.gle/KjxJ9EZE1WPeYA9G8.

As audiências públicas seguem até o dia 05 de agosto.