Você está aqui: Página Inicial > IFBA lança ação de apoio aos aposentados/as
conteúdo

IFBA lança ação de apoio aos aposentados/as

publicado: 24/07/2020 11h24, última modificação: 24/07/2020 11h24

O Comitê Central de Prevenção e Acompanhamento da Ameaça do Coronavírus, a Diretoria de Gestão de Pessoas (DGP) e o Departamento de Qualidade de Vida (Dequav), em parceria com o Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica Profissional (Sinasefe), realizaram os primeiros passos de uma ação social voltada aos servidores aposentados do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), com o objetivo de identificar, acompanhar e auxiliar nas necessidades que vieram à tona em meio à pandemia.

A ação conta com etapas estratégicas que incluem triagem e geração de banco de dados, para que possa ser traçado um plano de auxílio. No período inicial do contato, realizado via e-mail ou por ligação entre os dias 5 de junho a 1 de julho, as pessoas aposentadas são perguntadas sobre seus hábitos e principais dificuldades neste período excepcional, e se há necessidade de assistência (em caso positivo, se é de ordem material, psicológica ou emocional). Estas informações são avaliadas a fim de identificar aqueles/as que se encontram em maior condição de vulnerabilidade, necessitando de atenção prioritária, e adequar a dinâmica de apoio e atenção para cada realidade.

De acordo com balanço fornecido pelo Dequav, foram contactadas 503 pessoas, dentre as quais, até então, 282 colaboraram com a pesquisa. Destas, 7,8% afirmaram necessitar de apoio econômico enquanto 5% demonstraram desejar apoio psicológico e 2,1%, emocional. Quanto ao perfil das pessoas aposentadas, constatou-se que: a faixa etária varia de 31 a 100 anos, tendo a maioria entre 71 e 80. O grupo é formado por 44,3% de docentes, 32,3% de técnicos administrativos em educação e 5,7% não informaram a categoria a que pertenciam.

Com a finalidade de desenvolver um canal de comunicação efetivo, o IFBA buscou tomar conhecimento dos hábitos digitais destas pessoas, portanto, com relação ao uso da internet, os respondentes indicaram: 66,7% fazem uso desta ferramenta, enquanto quase 15% não acessam. O dispositivo mais amplamente utilizado para esta finalidade é o telefone celular, com 48,2%, enquanto 31,6% das pessoas contempladas pela pesquisa afirmaram utilizar o notebook.

Além da importância social do projeto, a ação também tem impacto pessoal positivo nas pessoas contempladas, como foi o caso de Daniel Gomes, que trabalhou por 22 anos como professor de artes no campus Eunápolis e Camaçari, que afirma ter se sentido valorizado como humano e profissional. “No cenário atual, ver a instituição que dedicamos parte de nossa vida preocupada com o bem estar das pessoas que não estão mais na ativa só nos faz seguros de que ainda temos valor para a sociedade”, conclui.

Zildete Maria, que atuou no campus Salvador e na Reitoria de 1977 até 2014, relembra outras ações que foram desenvolvidas enquanto atuava na gestão de criação do Dequav; “nós tínhamos muitos projetos para os aposentados, já naquela época, que eram eficazes e que levavam esse público para o IFBA, como um retorno, e eles se sentiam gratificados. A exemplo das feiras de natal, e de talentos – onde havia exposições e venda de produtos feitos pela comunidade do Instituto e possibilitavam reencontros”. Zildete finaliza informando que “é importante este reconhecimento, pois estes aposentados um dia foram da ativa – e os que, hoje, são da ativa, um dia se tornarão aposentados. Todos ficamos felizes por sermos lembrados”.

registrado em: , , , ,