Você está aqui: Página Inicial > Campus Feira de Santana > Notícias > 2020 > Servidores do IFBA Feira de Santana compõem Grupo de Trabalho que estuda projeto de construção de Linha de Transmissão de Energia Elétrica
conteúdo

Servidores do IFBA Feira de Santana compõem Grupo de Trabalho que estuda projeto de construção de Linha de Transmissão de Energia Elétrica

publicado: 01/07/2020 16h24, última modificação: 17/08/2020 17h36

Três servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia – campus Feira de Santana fazem parte de uma iniciativa coletiva e colegiada, através de um Grupo de Trabalho (GT), que tem como objetivo estudar aspectos relacionados aos impactos sobre a zona rural de Feira de Santana e suas comunidades quilombolas, decorrentes do plano de expansão urbana do município, da instalação do CIS Norte, da duplicação de estradas rodoviárias e da construção da Via Perimetral Norte, além dos possíveis danos sociais e ambientais decorrentes do projeto de construção da Linha de Transmissão LT 500kV Porto de Sergipe-Sapeaçu.

Segundo Henrique Andrade, servidor docente do IFBA Feira de Santana, o GT originou-se de demandas de comunidades quilombolas de Feira de Santana e região, assumindo como objetivo contribuir, com a produção de conhecimento científico, nas lutas contra ações que impliquem em pressões fundiárias, danos ao meio ambiente e à saúde física e psíquica de comunidades tradicionais, trabalhadores e trabalhadoras rurais e seus modos de fazer, criar e viver. Hudson Santos, servidor técnico-administrativo do IFBA Feira de Santana, afirma que teve a oportunidade “de sentir, com olhos, ouvidos, pele, cheiro e humanidade, o que uma grande obra pode causar na vida de grupos sociais historicamente vulnerabilizados, pelas ações das classes dominantes em articulação com o Estado”.

Desde o mês de junho de 2019 até a presente data, este GT realizou diversas reuniões, diagnósticos e visitas de campo nas comunidades a serem afetadas pelo empreendimento público do governo federal, utilizando o princípio da pesquisa participante e da extensão popular como base para o contato com as diversas lideranças comunitárias em Feira de Santana e Antônio Cardoso. Segundo Luisa Senna, uma das servidoras do IFBA Feira que compõe o GT, “é possível a redução dos danos com escolhas de produção de energia com menor custo socioambiental associados a ações mitigatórias, pois toda forma de produção de energia para consumo humano causa impacto ambiental”.

Veja aqui alguns registros fotográficos feitos pelo Grupo de Trabalho.

Este Grupo de Trabalho é composto por servidores de diversos órgãos de educação da cidade de Feira de Santana e região, tais como como IF Baiano (Instituto Federal de Ciência e Tecnologia Baiano), UEFS (Universidade Estadual de Feira de Santana) e UFRB (Universidade Federal do Recôncavo da Bahia), e também por organizações dos trabalhadores rurais e quilombolas. Discussões sobre o tema vem sendo feitos através de um canal no Youtube intitulado Diálogos dos Povos, do coletivo Teia dos Povos. Participam e constroem a Teia assentados(as), quilombolas, indígenas, mestres de tradição oral, campesinos(as), estudantes, pesquisadores, educadores, crianças, juventude do campo e urbana.

Já foram realizados dois diálogos neste espaço, sendo o último intitulado "Linha de Transmissão de Energia e Impactos no Portal do Sertão". Todos os diálogos podem ser vistos no canal Diálogo dos Povos no Youtube.

 

Veja mais:

LT 500kv Porto Sergipe-Sapeaçu: a luta continua! - Incubadora UEFS

Twitter do coletivo Teia dos Povos