conteúdo

Departamento de Extensão

por Campus Eunápolis publicado 09/09/2019 09h25, última modificação 09/09/2019 09h25

De acordo com o Regimento Interno do IFBA Eunápolis compete:

I. Convocar e reger as reuniões do departamento;

II. Coordenar e orientar as ações dos órgãos vinculados ao departamento;

III. Buscar parcerias que viabilizem ou potencializem a implementação de ações de extensão;

IV. Garantir o desenvolvimento da extensão como espaço privilegiado para a democratização do conhecimento científico e tecnológico;

V. Assessorar a Direção Acadêmica nas questões relacionadas à extensão;

VI. Manter articulações, contínuas e permanentes, com os outros Departamentos e a Pró-Reitoria de Extensão do Instituto, para assegurar o aperfeiçoamento, a integração e a eficácia das ações de extensão;

VII. Representar o Campus quando solicitado(a);

VIII.Estimular o Campus a desenvolver atividades culturais relacionadas à identidade territorial;

IX. Promover ações culturais respeitando a diversidade nacional e regional;

X. Propor modelos e procedimentos para desenvolvimento de atividades esportivas e de lazer no âmbito do Campus;

XI. Buscar possibilidades de convênios públicos e privados para o desenvolvimento do esporte e lazer no Campus;

XII. Auxiliar nas atividades relacionadas às ações culturais para a comunidade interna e externa;

XIII. Criar e alimentar cadastro de grupos e núcleos culturais;

XIV. Fomentar a atividade de extensão através da articulação, promoção e apoio à criação de programas e projetos de extensão tecnológica e universitária;

XV. Divulgar os editais, chamadas públicas e demais informações que representem oportunidades para a participação do IFBA – Campus Eunápolis em programas e projetos de extensão tecnológica e universitária;

XVI. Apoiar a elaboração técnica de projetos de extensão e acompanhar convênios e acordos de cooperação que tenham como objeto projetos de extensão;

XVII. Analisar projetos de extensão institucionais a serem submetidos a processos seleção/captação de recursos, recomendando (ou não) a sua aprovação/reconhecimento pelo Departamento;

XVIII. Acompanhar a execução/desenvolvimento dos programas e projetos de extensão por meio de relatórios semestrais;

XIX. Estabelecer vínculos permanentes com fóruns, entidades, agentes e o movimento da economia solidária;

XX. Buscar possibilidades de convênios públicos e privados para o desenvolvimento dos programas e projetos no Campus;

XXI. Auxiliar nas atividades relacionadas ao acompanhamento e avaliação dos programas e projetos de extensão;

XXII. Encaminhar as demandas existentes no seio da comunidade para atendimento na Instituição de forma articulada, apoiando ou participando de ações concretas de ofertas como formação profissional, economia solidária e implementação de projetos de extensão;

XXIII. Constituir rede social com função colaborativa para divulgação da oferta institucional;

XXIV. Estimular a inserção da comunidade externa nos programas de extensão;

XV. Estimular e participar de reuniões comunitárias, especialmente aquelas com enfoque social;

XXVI. Articular mecanismos institucionais para a consolidação e o reconhecimento institucional junto a lideranças comunitárias, assistentes sociais e organizações sociais e instituições tanto da rede federal, quanto estadual ou municipal;

XXVII. Colaborar e atuar em ações e projetos sociais;

XXVIII. Intensificar a presença da Instituição em eventos comunitários e sociais que promovam a inclusão social;

XXIX. Trabalhar com a comunidade interna para potencializar e multiplicar a comunicação institucional;

XXX. Observar e socializar as informações coletadas no âmbito de educação, trabalho e práticas inclusivas;

XXXI. Buscar possibilidades de convênios públicos e privados para o desenvolvimento das relações comunitárias no Campus.