Você está aqui: Página Inicial > Campus Eunápolis > Setores > Documentos e pastas setores > CORES > Dúvidas Frequentes
conteúdo

Dúvidas Frequentes

por Campus Eunápolis publicado 09/09/2019 11h38, última modificação 09/09/2019 11h38

Dúvidas Frequentes

 

Como acontece a matrícula?

Para matrícula de alunos ingressantes no IFBA é necessário verificar os documentos necessários no edital do processo seletivo em que o candidato foi aprovado pois, de acordo com a opção dos candidatos na inscrição para os processos seletivo para as diferentes reservas de vagas (cotas), são solicitados diferentes documentos comprobatórios. 

A matrícula poderá ser efetuada pelos pais, pelo estudante maior de 18 anos ou seu procurador legalmente constituído.

O candidato que não comparecer no prazo definido para realização de matrícula ou apresentar documentação incompleta perderá o direito a vaga.

Como solicitar a 2ª via declaração para aquisição de Passe Estudantil?

O aluno deve se dirigir a Coordenação de Registro Escolares pegar uma GRU (Guia de Recolhimento da União) realizar o pagamento da mesma em uma Agência do Banco do Brasil, retornar à Coordenação apresentar o comprovante de pagamento e solicitar a 2ª via.

Como faço para acessar o SUAP?

Na área destinada para os alunos no sistema, estarão disponíveis os dados acadêmicos e pessoais cadastrados, declarações de matrículas, bem como todos os registros de notas, frequência e demais atividades do discente durante sua vida acadêmica.

Para realizar o primeiro acesso ao SUAP, o estudante deverá acessar o endereço eletrônico: https://suap.ifba.edu.br/ , e preencher os dados de usuário e senha, conforme o padrão estabelecido pelo IFBA:

Usuário: Matrícula
Senha: ifba.CPF (apenas números) 
 

Após o primeiro acesso, é recomendável que o aluno altere sua senha para uma de uso pessoal.

Caso não obtenha sucesso ao tentar acessar o sistema, o aluno deverá procurar a CORES. 

Posso solicitar 2ª chamada para avaliação? 

Se você perder alguma avaliação, poderá solicitar segunda chamada. Para isso é obrigatória a solicitação, por escrito, por meio de requerimento próprio, na Coordenação de Registro Escolares.

O aluno poderá solicitá-la nos seguintes casos:

a) motivo de doença, devidamente comprovado por meio de atestado médico;

b) os previstos na Lei 4375/64 e Decreto-Lei nº 715/69 (manobras ou serviços militares);

c) luto de parentes ou afins em linha reta, ou colateral até o segundo grau, comprovado pelo respectivo atestado de óbito;

d) convocação, coincidente em horário, para depoimento judicial ou policial, ou para eleições em entidades oficiais, devidamente comprovada por declaração da autoridade competente;

e) impedimentos gerados por atividades previstas e/ou autorizadas pela coordenação do respectivo curso;

f) afastamento, amparado pelo tratamento especial.

 

Do atendimento ao regime de exercícios domiciliares

A quais estudantes é permitido substituir as atividades letivas por exercícios domiciliares?

O estudante que esteja impossibilitado de frequentar as aulas por um período igual ou superior a 15 dias e que esteja contemplado em pelo menos um dos itens abaixo, poderá requerer Regime de Exercícios Domiciliares na forma da Lei:

1) a estudante em estado de gravidez com laudo médico;

2) estudante acometido de doenças infectocontagiosas ou outros estados que impossibilitem sua frequência às atividades de ensino, desde que se verifique a conservação das condições intelectuais e emocionais necessárias para o prosseguimento da atividade acadêmica.

 

Como o estudante deve proceder para requerer o regime de exercícios domiciliares?

Para que o estudante seja submetido ao Regime de Exercícios Domiciliares é necessário oficializar pedido via requerimento protocolizado na CORES dirigido à Coordenadoria de Curso. No referido requerimento, deverão ser anexados o laudo do médico responsável com sua assinatura e o número de sua matrícula no Conselho Regional de Medicina (CRM), além do período do afastamento e a especificação acerca da natureza do impedimento com indicação do Código Internacional de Doença (CID).

 

Qual o procedimento para o trancamento de matrícula?

O aluno regularmente matriculado, a partir do segundo período do curso, poderá requerer na CORES o trancamento de matrícula, por motivo de força maior, se estiver com a situação acadêmica regular. Alunos matriculados nos cursos técnicos integrados ao Ensino Médio não poderão trancar a matrícula.

 

Técnico Subsequente: Nos cursos Técnicos Subsequentes, o aluno poderá trancar matrícula por dois períodos, consecutivos ou alternados, durante todo o curso, devendo o aluno refazer sua matrícula na época prevista no Calendário Acadêmico ao término de cada período de Trancamento.

Superiores: O trancamento de matrícula no ensino superior poderá ocorrer por até dois semestres, consecutivos ou não, durante todo o curso.

Os prazos para trancamento estabelecidos em calendário acadêmico.

 

Como se dá a aprovação no módulo/período letivo?  

Em cursos técnicos:  O estudante precisa ter obtido a média mínima 6,0 em cada componente curricular e apresentar frequência superior a 75% no período letivo.

Em cursos superiores: O estudante deve obter média mínima 7,0 no componente curricular e apresentar frequência superior a 75% do total de aulas previstas para o componente curricular.

 

Rematrículas

 

Estudantes dos cursos técnicos, devem comparecer semestralmente (subsequentes) ou anualmente (no caso dos cursos integrados) à Coordenadoria de Registros Escolares, nos prazos estipulados no Calendário Acadêmico, para proceder à rematrícula. As rematrículas de estudantes menores de idade devem ser assinadas por um dos seus responsáveis legais.

Para rematrícula nos cursos superiores, é necessário acessar o link disponível no período previsto no Calendário Acadêmico e proceder também à matrícula nas disciplinas.

 

Para a Matrícula Online nas Disciplinas (cursos superiores), atente-se às observações abaixo:

  • Preencha todos os dados pessoais no início do formulário. É importante atualizar seu e-mail, pois eventuais problemas encontrados pela Coordenação do campus serão notificados através dele.
  • Preencha todas as disciplinas que você já foi aprovado e aquelas que você pretende matricular.
  •  Não é possível matricular-se em disciplinas caso você não tenha o pré-requisito para tal. Verificar tabela de pré-requisitos.
  •  Após preenchido, clique em Validar para que o sistema identifique alguma irregularidade e para que você possa conferir sua matrícula.
  •  Você pode validar o formulário quantas vezes achar necessário, mas depois de clicar em Finalizar, não conseguirá mais alterar sua matrícula.
  •  Caso você tenha necessidade de alterar a matrícula já finalizada, deve preencher requerimento na CORES.
  •  Esse formulário é apenas um sistema de apoio. As informações contidas são de inteira responsabilidade do aluno e sujeitas à verificação da veracidade no sistema acadêmico do IFBA.
  •  Não é possível trancar a matrícula através deste formulário. Este procedimento deve ser feito presencialmente na secretaria do campus, em período estabelecido no calendário acadêmico. 

 

Integralização do curso

A diplomação na educação profissional técnica de nível médio integrada ao ensino médio se efetivará somente após a integralização de todos os componentes constantes da matriz curricular do curso e do projeto pedagógico do curso, incluindo o estágio curricular obrigatório e as horas de atividades complementares.

Não haverá certificação de conclusão do ensino médio dissociada da conclusão do curso técnico.

 

É possível pedir Aproveitamento de Estudos? 

Para solicitar o aproveitamento de estudos, o aluno deverá entregar requerimento na Coordenação de Registro Escolares com os documentos comprobatórios (histórico, ementas e plano de ensino). Até lá, o aluno deverá frequentar as aulas do componente curricular, a fim de evitar futuros transtornos, em caso de resposta negativa.

   

Posso solicitar transferência para outro Campus, mantendo o mesmo curso?

O aluno que desejar solicitar transferência deverá: 

I. verificar se há vaga no campus para onde deseja se transferir;

II. verificar quando ocorre o período de matrícula, em caso afirmativo;

III. solicitar a transferência na Coordenação de Registro Acadêmico do Campus de origem.

 

Posso retornar a um curso que abandonei no IFBA?

O estudante desvinculado da Instituição terá direito à reintegração ao curso desde que justificadas as causas que provocaram sua desvinculação.

As solicitações para reintegração ao curso serão realizadas através de requerimento em prazo estabelecido no Calendário Acadêmico.

Caberá ao Conselho de Curso analisar o requerimento e a justificativa e emitir parecer sobre o processo de reintegração.

 

Transferência Interna e Externa e Ingresso de Diplomados e Transferidos

Estou matriculado em um curso superior no IFBA Campus Eunápolis. Posso solicitar mudança de curso dentro do mesmo campus?

Sim, é a chamada transferência interna. Tal procedimento poderá ser realizado desde que:

1) houver, preferencialmente, similaridade entre o curso de origem e o pretendido no que concerne à área de conhecimentos ou eixo tecnológico;

2) atender aos pré-requisitos de escolaridade e/ou especificidades do curso, mediante comprovação, definidos em edital.

O que vem a ser uma transferência externa?

Entende-se por transferência externa a solicitação de transferência e matrícula de estudante entre os campi do IFBA, bem como de outra instituição de ensino para o IFBA.

Como faço para entrar no IFBA como graduado?

Há um edital específico com publicação prevista no Calendário Acadêmico para ingresso de graduados. O candidato terá que atender aos requisitos do edital, além de submeter-se a uma avaliação prevista no edital.