Você está aqui: Página Inicial > Campus Eunápolis > Notícias > Notícias Eunápolis 2020 > Artigo de professor do IFBA Eunápolis é publicado na Revista Científica Sociedade e Natureza
conteúdo

Artigo de professor do IFBA Eunápolis é publicado na Revista Científica Sociedade e Natureza

Notas e comunicados no período eleitoral Eunápolis

publicado: 11/05/2020 10h34, última modificação: 11/05/2020 11h16

 

IMG_1119.JPG
Profº Eliseu Miranda durante a pesquisa

 

O artigo “A vulnerabilidade de populações indígenas: qualidade da água consumida pela comunidade Maxakali, Minas Gerais, Brasil” do Professor Doutor Eliseu Miranda de Assis, da área de saúde do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia-Eunápolis, foi publicado pela Revista Científica Sociedade e Natureza (https://doi.org/10.14393/SN-v32-2020-43436), revista com bons indicadores de qualidade e reconhecimento científico no Brasil.

A pesquisa faz parte de um trabalho realizado pelo docente desde 2009 “Com estudos que avaliam o impacto das

IMG_0797.JPG
Profº Eliseu Miranda durante a pesquisa
precárias condições sanitárias, econômicas e de infra-estrutura na qualidade de vida, nas condições de saúde e nos determinantes de mortalidade na comunidade indígena Maxakali (localizada em Minas Gerais)” e que recentemente culminou na publicação de dois outros trabalhos: o estudo “Population-based Study of 24 Autoimmune Diseases Carried Out in a Brazilian Microregion”, publicado no “Journal of Epidemiology and Global Health” (DOI-DOI: https://doi.org/10.2991/jegh.k.190920.001) e o “High concentrations of toxic metals in water consumed by the Maxakali indigenous community in Brazil”(Doi:10.4136/ambi-agua.2215) na revista Ambiente e Água, Ambiente & Água - An Interdisciplinary Journal of Applied Science ISSN 1980-993X.


Eliseu explica que neste mais recente trabalho, são apontados os resultados da avaliação da água consumida pela comunidade Indígena Maxakali do ponto de vista físico-químico e microbiológico “Levando em consideração os parâmetros considerados aceitáveis pela legislação brasileira para o consumo da uma água que não coloque em risco a saúde do consumidor. Como foi demonstrando em estudos anteriores de minha autoria, esta comunidade apresenta elevados índices de parasitoses intestinais com forte influência nos indicadores de mortalidade e que tem relação direta com a qualidade da água consumida in natura nas aldeias”.

IMG_1184.JPG
Profº Eliseu Miranda durante a pesquisa
O docente reforça o papel social do desenvolvimento da pesquisa e como a análise retornará em impactos positivos para a comunidade Maxakali “Este talvez seja o ponto mais importante deste trabalho. As intervenções pelos órgãos responsáveis podem ser planejadas a partir de dados reais. Com os indicadores já levantados, entre eles: prevalência de parasitos intestinais, concentrações elevadas de metais pesados na água e agora com os indicadores fisico-quimicos e microbiológicos na água consumida por esta comunidade, torna possível traçar um panorama dos possíveis impactos na saúde e junto com a comunidade traçar propostas que possam minimizar os possíveis agravos".


Para conhecer o artigo completo: A vulnerabilidade de populações indígenas: qualidade da água consumida pela comunidade Maxakali, Minas Gerais, Brasil


Leia mais: Pesquisas de docente do IFBA são publicadas em revistas científicas