Você está aqui: Página Inicial > Campus Euclides da Cunha > Notícias > 2020 > 08 > Plano de Contingência do IFBA - Audiência pública com a participação dos campi Euclides da Cunha e Santo Antônio de Jesus
conteúdo

Notícias

Plano de Contingência do IFBA - Audiência pública com a participação dos campi Euclides da Cunha e Santo Antônio de Jesus

publicado: 06/08/2020 08h20, última modificação: 06/08/2020 08h42

Aconteceu nesta segunda feira (03/08) a partir das 14 h a Audiência Pública virtual para apreciação do Plano de Contingência do Instituto Federal da Bahia (IFBA) frente a pandemia do novo coronavírus  com a participação dos campi Euclides da Cunha e Santo Antônio de Jesus tendo como mediador o pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, Jancarlos Lapa, e a diretora de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis, Marcilene Garcia.

O pró-reitor Jancarlos iniciou a audiência fazendo a apresentação do Plano em construção e apresentou um conjunto de protocolos contidos neste documento, que visam a redução do impacto originado pela suspensão das atividades acadêmicas e administrativas presenciais, enfatizando também para o planejamento das ações de curto, médio e longo prazo para fases futuras da pandemia visando trazer uma proposta dinâmica e flexível, em virtude das rápidas mudanças do cenário de pandemia, bem como suas consequências e as diferentes realidades entre os campi do IFBA.

A audiência teve uma duração de três horas e teve como ponto central debatido a implantação do Ensino Remoto Emergencial (ERE), com participação de noventa pessoas das comunidades acadêmicas dos dois campi. Foi realizada uma explanação dos dados colhidos na pesquisa respondida pelo corpo discente e foi posto a preocupação pela não participação da maior parte dos estudantes que pode sinalizar também a falta de acesso aos meios tecnológicos por eles, tendo em vista que o formulário de pesquisa foi realizado de forma online.

Foi colocado que vai haver disponibilização de verba para compra de tabletes, 6000 pacotes de dados moveis via RNP e empréstimos de equipamentos para subsidiar os estudantes que não tiverem acesso a essas tecnologias.

Danilo professor e diretor de ensino do campus Euclides da Cunha, falou da importância de fazer esse processo de forma inclusiva, observando-se as especificidades de cada campus e em especial Euclides da Cunha, que ainda está em fase de implantação e sofre com a carência no quadro de servidores técnico administrativo e docente.

Em devolutiva, Jancarlos falou da importância da implantação, a nível de experimentação, e da construção do Plano de Contingencia trazendo as especifidades de cada campus.

Viviane Moreira, professora e diretora geral do campus Euclides da Cunha se pronunciou falando que convocou uma reunião extraordinária com o Conselho de Campus para discutir e trazer contribuições que serão enviadas para Comissão Central, citou as dificuldades com o calendário acadêmico, expressou preocupação de que a pesquisa não reflita a realidade do campus, em vista da falta de acessibilidade tecnológica por parte dos discentes.

Boaz Lopes e Fabiano Brito, docentes do campus Euclides da Cunha, também demonstraram preocupação com baixa participação dos estudantes na pesquisa e o professor Boaz questiona quais ações estão sendo realizadas para busca ativa dos estudantes mais vulneráveis.

No entanto, Jancarlos diz que o momento é de escuta e que tem que haver dois movimentos, um da gestão e outro do campus.

A técnica em enfermagem Sandra Nunes demonstrou preocupação no cumprimento do Plano de Contingência naqueles campi que não tem o setor de saúde em funcionamento, como é o caso de Euclides da Cunha; e a psicóloga Ana Quezia Carneiro fala da importância do atendimento psicológico nesse cenário e sugere que o plano se aprofunde mais neste sentido. 

O debate como um todo contou com a participação de outros professores e técnicos administrativos, abordando-se diversas problemáticas contendo as particularidades de cada campus.

O Plano já possui 157 páginas e está em fase de construção, sendo estabelecido um cronograma de audiências públicas para escuta da comunidade acadêmica dos 22 campi e será apresentado ao Conselho Superior do IFBA (Consup) no próximo dia 11 de agosto para aprovação da versão final. Para acessar o plano de forma integral < clique aqui > Contribuições poderão ser feitas através do  < link >.

Coordenação de Comunicação 
IFBA - campus Euclides da Cunha

registrado em: