Você está aqui: Página Inicial > Campus Irecê > Ensino > Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Específicas – NAPNE
conteúdo

Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Específicas – NAPNE

por Campus Irecê publicado 16/08/2017 14h21, última modificação 19/11/2019 15h05

Formação continuada do docente para o trabalho com a diversidade, por meio de cursos de extensão; Capacitação da comunidade escolar para informação e sensibilização para as questões das diversidades; Organização do Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Especificas, seu espaço e recursos para atendimento educacional especializado;
Acompanhamento profissional aos alunos com deficiência Fornecimento de recursos pedagógicos, metodológicos e tecnológicos alternativos aos professores dos estudantes com deficiência.

Contato:

Telefone: E-mail
 (74) 3688-6724  napne.ire@ifba.edu.br

 

Servidora Função E-mail Horários
Iza Rocha Souza Interprete Libras iza.rocha@ifba.edu.br Segunda a sexta das 07h às 12h e 13h às 16h.

Nossa estrutura:

   

  

 

05.jpg

03.jpg

02.jpg

09.jpg

08.jpg

13.jpg

14.jpg

22.jpg

17.jpg

20.jpg

26.jpg

 

Documentos:

REGULAMENTO DA POLÍTICA DE INCLUSÃO DO CAMPUS IRECÊ

ALUNOS ASSISTIDOS PELA POLITICA DE INCLUSÃO

 

Legislação e Normas

Secretaria de Educação Especial

 

São atribuições do Atendimento às Pessoas com Necessidades Específicas:

I. Propor programas e projetos que visem orientar os servidores do Campus no que concerne à inclusão das pessoas com necessidades especiais;

II. Participar da elaboração e desenvolvimento de projetos de ensino, pesquisa e extensão voltados para pessoas com necessidades especiais;

III. Participar da elaboração de diretrizes e regulamentos dos Cursos oferecidos pelo Campus;

IV. Cadastrar estudantes com necessidades específicas, mantendo o registro do tipo e extensão da necessidade;

V. Informar ao Departamento de Ensino e às suas Coordenações pertinentes sobre a necessidade dos estudantes, indicando as ações necessárias de acessibilidade;

VI. Acompanhar os estudantes com necessidades específicas no seu percurso acadêmico, realizando orientação, adaptando materiais e intervindo em situações específicas;

VII. Analisar os resultados da avaliação realizada nos Conselhos de classe Diagnósticos e propor ações interventivas junto às diferentes áreas profissionais da Coordenação Multidisciplinar;

VIII. Ofertar recursos pedagógicos, metodológicos e tecnológicos alternativos aos professores dos estudantes com necessidades específicas, a fim de favorecer o processo ensino-aprendizagem, a convivência com a diversidade e o desenvolvimento profissional dos estudantes;

IX. Orientar a comunidade acadêmica e os familiares dos estudantes com necessidades específicas sobre alternativas mais apropriadas à adaptação e melhor desenvolvimento dos mesmos;

X. Oferecer suporte par a implantação de medidas de acessibilidade no Campus, de forma a permitir o acesso dos estudantes aos vários espaços acadêmicos, buscando a quebra de barreiras arquitetônicas, educacionais, atitudinais e comunicativas;

XI. Realizar eventos ordinários e extraordinários, como campanhas de conscientização, seminários, palestras, cursos de extensão e participações sobre inclusão e acessibilidade para implantação, divulgação e fortalecimento da cultura da inclusão e da educação para convivência e aceitação da diferença no âmbito do Campus;

XII. Contribuir na implementação das políticas de acesso, permanência e conclusão com êxito dos estudantes com necessidades específicas; e

XIII. Executar outras funções que, por sua natureza, lhe sejam afins ou lhe tenham sido atribuídas. Sub