Você está aqui: Página Inicial > Campus Simões Filho > Artigos > Importante - Consumo de Lanches Vendidos por Ambulantes

Importante - Consumo de Lanches Vendidos por Ambulantes

publicado: 29/06/2017 12h03, última modificação: 29/06/2017 12h03

NOTA TÉCNICA – SETOR DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO

Considerando as queixas relatadas informalmente sobre intoxicação alimentar ocorridas na última semana de janeiro de 2015, esclarecemos que a aquisição de lanches ou refeições vendidos por ambulantes - dentro ou fora do Campus -  podem oferecer risco à saúde. Além disso, por ser um vendedor não cadastrado, são de responsabilidade do consumidor os riscos que estes alimentos podem acarretar. 

As Doenças de Origem Alimentar (DOA) podem ser provocadas por bactérias, parasitas, fungos ou vírus. Muitos desses microrganismos vivem naturalmente no ambiente onde os alimentos são produzidos e podem ser eliminados pelas Boas Práticas de Fabricação de alimentos. Na maioria das vezes, a transmissão das DOA ocorre pela inadequada manipulação, preparação e condicionamento dos alimentos. 

Recomenda-se para que os alimentos sejam seguros:

Adequada higiene pessoal do manipulador;

Higienização completa (Limpeza e desinfecção) dos utensílios, equipamentos, panelas e bancadas;

Higienização dos alimentos crus com água clorada (A solução clorada pode ser preparada utilizando-se uma colher de sopa de hipoclorito de sódio 2,5% para cada um litro de água);

Cozimento do alimento, em que este atinja no mínimo 70° C;

Após o preparo, os alimentos quentes devem ser mantidos acima 60° C e os refrigerados abaixo de 5° C, por até 6 horas;

Caso esteja em temperatura ambiente, o alimento preparado deve ser servido no máximo em 30 minutos;

Após o alimento preparado, consumir em até três dias com adequada refrigeração.

 

Assim, esclarecidos sobre as técnicas básicas de produção de alimentos, recomendamos que consuma alimentos:

Com data de fabricação, prazo de validade e número de lote. No caso de ambulantes, datas de fabricação e validade;

Vendidos em embalagem apropriada; 

Procedência conhecida;

ATENÇÃO: cuidado especial com preparação que contenha alimentos, como: carnes mal passadas (especialmente hambúrgueres), molhos a base de maionese, saladas cruas (especialmente as de folhas), ostras, mariscos, peixes crus e ovos.

  

Fonte: 

Brasília. RESOLUÇÃO RDC Nº 216 DE 16 DE SETEMBRO DE 2004. Dispõe sobre regulamento técnico de Boas Práticas para serviços de alimentação. Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/hotsite/hotsite_categorizacao/documentos/RDC%20216_04.pdf.

 

registrado em: