Você está aqui: Página Inicial > Campus Juazeiro > Menu Institucional > O Campus

Geral

O Campus

publicado: 05/07/2016 16h38, última modificação: 31/07/2017 17h12

Localizado no município de Juazeiro, na região do Vale do São Francisco, o IFBA, nesta localidade, nasce como Núcleo Avançado do Campus Paulo Afonso. O Núcleo Avançado inicia as suas atividades em 21 de outubro de 2010, no prédio da Escola da antiga Companhia de Navegação, espaço cedido pela Prefeitura Municipal de Juazeiro, com a implantação do Curso  Técnico em Comércio, na forma Subsequente ao Ensino Médio. O Curso Técnico em Segurança do Trabalho, também na forma Subsequente, foi implantado no primeiro semestre de 2011.

Em 2013, inserido na Fase III da Expansão da Rede Federal de Educação Profissional, iniciaramse as obras para a construção do prédio próprio do IFBA em Juazeiro, em uma área estratégica para o desenvolvimento do município e do Território do Sertão do São Francisco. Essas obras foram concluídas dois anos mais tarde quando, por meio da Portaria Ministerial nº. 27, de 21 de janeiro de 2015, foi autorizado o seu funcionamento como campus. Em julho de 2015, o campus Juazeiro passou a funcionar em endereço definitivo, no Bairro Dom José Rodrigues, às margens da  Rodovia BA-210, sentido Juazeiro-Sobradinho.

O IFBA Campus de Juazeiro possui uma estrutura capaz de atender a 1.200 alunos e vem se tornando um polo engajado com as necessidades contextuais do Vale do São Francisco e com os arranjos produtivos locais, visando a integração entre ensino, pesquisa e extensão, voltados para o desenvolvimento local e regional, em cumprimento à missão do Instituto, qual seja: “Promover a formação do cidadão histórico-crítico, oferecendo ensino, pesquisa e extensão com qualidade 0socialmente referenciada, objetivando o desenvolvimento sustentável do país”. (PDI-IFBA,2014, p.31)

A missão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) reflete o seu empenho de colaborar para a formação de uma sociedade cada vez mais desenvolvida, tanto econômica, quanto politicamente, influenciando, dessa maneira, no desenvolvimento da Educação no Brasil.

Dentre os fatores que evidenciam essa realidade, destaca-se a expansão da interiorização da Rede de Educação Profissional Técnica e Tecnológica, processo através do qual nasce o Campus Juazeiro, o que reflete um esforço de realização da sua visão de “Tornar-se cada vez mais uma instituição de referência em Educação no País, aumentando sempre a oferta de vagas e cursos, de acordo com a realidade local e modernizando as estruturas físicas e administrativas, bem como ampliando a sua atuação na extensão, pesquisa e inovação tecnológica”. (PDI-IFBA, 2014, p.31)

Isso porque o IFBA possui na sua essência a função social de formar cidadãos em todos os níveis e modalidades de ensino que oferta, fundamentado nos valores humanos e pelos princípios estabelecidos no seu Projeto Pedagógico Institucional:

Indissociabilidade: Será sempre observada a integração entre ensino, pesquisa e extensão,assim como a Instituição buscará a articulação de diferentes áreas de conhecimento;
Verticalização: Verticalização entre os diversos níveis e modalidades de ensino;
Continuidade: As áreas técnicas/tecnológicas promoverão oportunidades para uma educação continuada;
Unificação: Buscar-se-á a unificação entre cultura/conhecimento e trabalho, para desenvolver as funções do pensar e do fazer;
Integração: A busca da integração interdisciplinar permitirá a geração, construção e utilização do conhecimento produzido pelo ensino e pela pesquisa aplicada para solução de problemas econômico-sociais da região. A vinculação estreita à tecnologia, destinada à construção da cidadania, da democracia e da vida ativa de criação e produção solidárias em uma perspectiva histórico-crítica;
Inovação: A implementaçãoda inovação científica, tecnológica, artística, cultural, educacional e esportiva deverá orientar as ações da Instituição;
Democracia: A Instituição promoverá a vivência democrática, buscando a participação da comunidade acadêmica nos processos de planejamento e gestão.
Qualificação: A Instituição buscará, de modo permanente, a qualificação e a capacitação de seu quadro de pessoal e a melhoria de sua estrutura, de seus processos organizacionais e de seus programas e ações;
Autonomia: O IFBA preservará a autonomia didático-científica, administrativa, disciplinar e de gestão financeira e patrimonial;
Respeito: A Instituição deverá assegurar o respeito e a valorização da pessoa humana em sua singularidade e diversidade;

Responsabilidade: O instituto terá compromisso com o bem público, sua administração e sua função na sociedade, primando sempre pelo bem comum, pela ética e priorizando a satisfação das necessidades coletivas à frente das pessoais;
Inserção: O IFBA deverá se integrar à sociedade em seu contexto socioeconômico e cultural no âmbito regional, nacional e internacional;
Difusão: O IFBA disponibilizará todo conhecimento que desenvolver, dando suporte aos arranjos produtivos locais, nas áreas social e cultural;
Permanência: A instituição deverá desenvolver uma política de assistência aos estudantes em situação de vulnerabilidade social, possibilitando a acessibilidade e inclusão de pessoas com deficiências e necessidades educativas específicas;
Inclusão: Ações Afirmativas de inclusão e garantia de acesso para egressos de Escolas Públicas e/ou em situações de vulnerabilidade social, levando em consideração as questões étnico-raciais e de gênero;
Qualidade: O IFBA buscará sempre a excelência no Ensino na Pesquisa e Extensão;
Equidade: O Instituto promoverá nas suas relações ações de equidade;
Transparência: Os servidores, principalmente quando ocuparem um cargo de direção ou função gratificada, têm a obrigação de divulgar seus atos administrativos e pedagógicos de forma ampla, irrestrita, permanente, atendendo assim o princípio da publicidade da administração pública;
Sustentabilidade: O IFBA comprometer-se-á com a preservação ambiental,de forma a garantir a sustentabilidade nas suas ações.
Trabalho: O trabalho assumido como princípio educativo, tendo sua integração com a ciência, a tecnologia e a cultura como base da proposta política-pedagógica e do desenvolvimento curricular. (PPI-IFBA, 2013, p.29- 30)

A criação do Campus de Juazeiro-IFBA foi motivada pela necessidade de ofertar educação profissional e tecnológica gratuita e de qualidade a toda comunidade do Vale do São Francisco, em consonância com as finalidades estabelecidas no Projeto de Desenvolvimento Institucional (PDI-IFBA, 2014, p.32), visando atingir áreas socialmente vulneráveis. Situação que leva muitos estudantes a se deslocarem para outras regiões mais distantes, excluindo aqueles que não possuem condições econômicas para este fim. Com isso, pretende-se assegurar a promoção e o desenvolvimento global das pessoas, comunidades e setores da economia com os quais atua, através do fortalecimento contínuo das Diretrizes Institucionais do IFBA:

Fortalecimento em nível estadual, nacional e internacional da identidade do IFBA;
Implantação do IFBA e sua estrutura de Campi;
Políticas de fortalecimento do ensino e ampliação do número de vagas no Estado da Bahia;
Definição de políticas institucionais visando o fortalecimento da imagem do IFBA como Instituição de Ensino Superior;
Implantação de políticas de fortalecimento e ampliação da pesquisa e da pósgraduação;
Fortalecimento de políticas de extensão nos processos institucionais;

Implantação de políticas administrativas de fortalecimento e ampliação da democratização nos processos institucionais;
Melhoria constante da infraestrutura em todas as atividades institucionais e investimentos contínuos para promover a acessibilidade às pessoas com necessidades especiais;
Promover políticas institucionais visando a inclusão social (étnica, gênero, necessidades especiais, etc.);
Investimentos constantes na formação, capacitação, qualificação e adequação profissional de todos os servidores;
Implantar, desenvolver e consolidar uma política de Educação a Distância – EAD no IFBA.
Criação de novos Cursos: Educação Profissional Técnica de Nível Médio e Superior, com ênfase nos cursos de licenciaturas. (PPI-IFBA, 2013, p.30-31)

registrado em: