Você está aqui: Página Inicial > Instituto Federal > Notícias 2016 > SICTI encerra com sessões técnicas

SICTI encerra com sessões técnicas

publicado: 31/10/2016 15h40 última modificação: 01/11/2016 10h08

O Seminário de Iniciação Científica, Tecnológica e Inovação (SICTI) do Instituto Federal da Bahia terminou na última quinta-feira, 27, no campus Salvador. O evento contou com 123 apresentações técnicas. Durante dois dias, os estudantes expuseram os projetos e pesquisas desenvolvidos atualmente no IFBA através de apresentações orais.

Para Carleone Pereira de Souza, estudante de licenciatura em computação do campus Porto Seguro, o SICTI foi marcante para sua vida escolar. “Com relação à experiência de apresentar a minha pesquisa, foi excelente, porque a gente teve um panorama geral de tudo que está acontecendo de um modo geral no Instituto e a experiência de estar lá e compartilhar o conhecimento com outras pessoas, ver os outros trabalhos e ver que o nosso trabalho tem relevância, foi uma experiência muito proveitosa e enriquecedora”, contou o estudante que apresentou o projeto Produção de material didático para pessoas com deficiência visual: implementação de uma tabela periódica acessível. A pesquisa partiu de uma necessidade do campus Porto Seguro, já que alguns alunos têm deficiência visual e os professores buscavam tornar seu material acessível.

Já Lucas de Freitas Soares, estudante de licenciatura em física, do campus Salvador, esperava ter recebido críticas mais construtivas para continuidade da pesquisa. Com o tema Panorama quantitativo das licenciaturas em física dos Institutos Federais, o estudante pesquisa quantitativamente as Licenciaturas em Física dos IFs e CEFETs e a demanda de professores da área formados e atuando no Ensino Médio. “A análise que gostaria de destacar é referente a missão de levar o ensino superior para as cidades do interior e com a minha pesquisa foi possível perceber que 79% dos cursos pesquisados estão em cidades do interior. Outra coisa que pode ser destacada é que, em números absolutos, a região Nordeste possui mais cursos e mais vagas do que as outras regiões, mas se fizermos uma relação com o número de estados em cada região, o Sudeste é que lidera o índice de número de cursos por estados. Por último gostaria de destacar que a maioria desses cursos foram criados depois que a Rede Federal foi obrigada por lei a destinar 20% das suas vagas para cursos de Licenciatura”, explicou Soares.

O SICTI reuniu o VI Seminário de Iniciação Científica Júnior e Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação. Além das sessões técnicas com apresentações orais, o evento contou com palestras, mesa-redonda e minicursos.

Leia mais: SICTI promove minicursos

registrado em: