Você está aqui: Página Inicial > Instituto Federal > Notícias 2016 > Seab e Secti cedem terreno para usina do campus Irecê

Seab e Secti cedem terreno para usina do campus Irecê

publicado: 17/06/2016 18h44 última modificação: 17/06/2016 18h46

Hoje, dia 17 de junho, aconteceu a assinatura simbólica de cessão de terreno para funcionamento da usina do campus Irecê, pelas Secretaria da Administração do Estado da Bahia (Seab) e Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo do Estado da Bahia (Secti), por um período de 20 anos.

 

O ato aconteceu na Reitoria e celebrou a parceria entre o IFBA e o Governo do Estado, representada pelo reitor do IFBA, Renato da Anunciação Filho, pelo chefe de gabinete da Seab, Rodrigo Pimentel, e pelo chefe de gabinete da Secti, Roberto de Pinho.

 Seab Secti 17.06.2016

Ainda contou com a presença da chefe de Departamento de Programas e Projetos, Jaqueline Menezes, do diretor executivo, Wallace Matos, ambos da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) do IFBA, do diretor de políticas e programa da Secti, Humberto Polli, e do representante do Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge), Alex Pires.

 

“A cessão permite que o IFBA se aproprie do espaço e possa fazer as intervenções necessárias para conclusão do projeto”, explica Roberto de Pinho.

 

De acordo com o reitor, a falta da cessão do terreno impedia a utilização da planta de biodiesel que está no campus. “É o primeiro passo para ocupação definitiva e funcionamento para pesquisa, extensão e produção na área de biocombustível”, afirma.

 

Já no âmbito do Estado, Rodrigo Pimentel destaca: “A ideia é que se possa desenvolver a pesquisa da matriz energética na Bahia, a questão do estudo da biomassa, biodiesel e contribuir com o desenvolvimento tecnológico nessa área”.

 

Também está em negociação a doação dos equipamentos da usina de Irecê para o IFBA, bem como nos campi Paulo Afonso e Simões Filho. Jaqueline conta que já está dando os encaminhamentos para efetivar essas transferências, fato que vai possibilitar atualizar o maquinário e, inclusive, transformar a geração de energia na usina de Irecê em renovável.

registrado em: