Você está aqui: Página Inicial > Instituto Federal > Notícias 2016 > Professora do IFBA participará de conferência sobre Afrolatinidade e Interculturalidade no Chile

Professora do IFBA participará de conferência sobre Afrolatinidade e Interculturalidade no Chile

publicado: 05/10/2016 15h38 última modificação: 05/10/2016 15h38

Por Helen Sampaio

A professora de línguas estrangeiras do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), campus Salvador, Deise Viana, participará, no dia 13 de outubro, da conferência “Afrolatinidad e interculturalidad: Puentes decoloniales de aprendizaje em contexto brasileño”, na Universidad Metropolitana de Chile (UMCE).

Na oportunidade, Deise discutirá a aproximação das identidades estrangeiras, os processos de formação das sociedades e suas tensões como mecanismo de força no combate ao modelo colonial que, segundo a professora, contribuiu para as desigualdades sociais e a invisibilidade de diversos grupos historicamente privados de direitos. A análise será feita tomando como base o trabalho desenvolvido por Deise no seu mestrado e que teve seus dados observados no IFBA. A pesquisa gerou um dispositivo didático que será apresentado na conferência, como exemplo das pontes em educação que podem ser estabelecidas no Instituto para uma educação crítica, mais inclusiva e emancipatória. 

“Meu objetivo é estabelecer pontes para a difusão do conhecimento e da crítica social, a partir de uma perspectiva intercultural de ensino de línguas, buscando diminuir as fronteiras entre os países, grupos sociais e étnicos”, frisou a professora, que apresentou sua dissertação “O espanhol e a Afrolatinidade: Senderos de la Diáspora Negra”, em maio deste ano, junto ao Programa de Língua e Cultura do Instituto de Letras da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Após seu retorno, Deise, que atua junto ao Departamento de Línguas Estrangeiras (DALE) do campus Salvador, prevê a execução de ações inicialmente ligadas aos cursos de Turismo, Hospedagem e Eventos do campus. “Trabalhamos com a formação em língua estrangeira - Espanhol para que os estudantes se tornem habilitados para atuar em diversos contextos, a partir do uso do idioma e do conhecimento cultural e histórico dos povos hispânicos. A vivência em Santiago do Chile poderá enriquecer sobremaneira o nosso currículo no semestre 2016.2”, destacou. 

Além destas ações, a professora disse ainda que pretende estabelecer um intercâmbio entre as pesquisas desenvolvidas pelos colegas da UMCE e a realidade do cenário baiano. “Esta visita servirá não apenas como difusão do conhecimento produzido pelos pesquisadores do IFBA no cenário internacional, como também em termos de visibilidade e projeção acadêmica para o Instituto, intercâmbio de pesquisa, divulgação do potencial institucional e, sem dúvida, do crescimento acadêmico em ministrar uma conferência no exterior. É o princípio da internacionalização dos organismos de educação brasileira”, finalizou. 

 

 

registrado em: