Você está aqui: Página Inicial > Instituto Federal > Notícias 2016 > Estudantes do IFBA participarão da edição 2017 do Programa Jovens Embaixadores

Estudantes do IFBA participarão da edição 2017 do Programa Jovens Embaixadores

publicado: 22/12/2016 14h22 última modificação: 23/03/2017 14h58

Por Helen Sampaio

Os estudantes do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), Débora Leal Santos de Carvalho e Marcelo de Figueiredo Sant’Anna Júnior, ambos de 18 anos, iniciarão em janeiro uma nova jornada em suas vidas. Os dois, que estão, respectivamente, no terceiro e quarto ano do curso de informática e estudam nos campi Camaçari e Santo Amaro, foram selecionados para o Programa Jovens Embaixadores 2017.

A iniciativa da Embaixada dos Estados Unidos (EUA) no Brasil tem o objetivo de beneficiar estudantes brasileiros da rede pública, entre 15 e 18 anos, que são exemplos dentro de suas comunidades, por meio da liderança, consciência cidadã, entre outros aspectos. A participação no programa possibilita aos jovens conhecer a realidade norte-americana, pelo viés das escolas e projetos sociais.

Os estudantes passarão três semanas nos EUA, hospedados por uma família americana. Nesse período, assistirão aulas, participarão de cursos e reuniões com organizações dos setores público e privado e farão apresentações sobre o Brasil em atividades sociais e culturais realizadas nas comunidades. 

“Eu demorei uma hora só pra acreditar que era de verdade. Chorei demais quando caiu a ficha, porque não entrava na minha cabeça que meu maior sonho tinha acontecido. O sentimento de gratidão tomou conta, porque tenho plena consciência de que se não fosse por Deus e diversas pessoas, eu não conseguiria”, afirmou Marcelo. O jovem, que atualmente é coordenador de informática do Grêmio Estudantil do campus Santo Amaro, se disse ansioso com a experiência. “O programa com certeza abrirá muitas portas, pois vou conhecer jovens incríveis do Brasil todo, que viveram outras experiências. Claro, também terei a oportunidade de aprender muito sobre a cultura de outro país”, disse.

A estudante Débora é voluntária na Pediatria do Hospital Geral de Camaçari. Ela foi apresentada ao programa por uma professora de inglês do campus e chegou à conclusão de que participar da iniciativa seria uma boa oportunidade. “Percebi que possuía grande parte dos requisitos por ser engajada em voluntariados desde cedo, mas não possuía muita afinidade com a língua inglesa. Enxerguei neste programa uma oportunidade, me esforcei para aprender inglês e, um ano após a preparação, resolvi me inscrever. Aprender mais sobre voluntariado, poder fazer a diferença na comunidade onde vivo e viver uma experiência completamente nova, foram os fatores que me motivaram a fazer a inscrição no programa”, disse. Para Débora, a possibilidade de influenciar outros jovens será um dos maiores benefícios da participação. “Acredito que o programa trará muitas oportunidades, mas uma das coisas que me deixa ainda mais feliz é poder servir de exemplo para outros jovens da minha escola, do meu bairro, da minha cidade e mostrar que é possível alcançar os seus sonhos”, finalizou.

Após a aprovação, que foi divulgada no final de outubro, os estudantes providenciaram, com o auxílio da Embaixada, toda a documentação necessária.A viagem aos EUA acontecerá no dia 13 de janeiro, com desembarque em Washington. Antes, os estudantes passarão três dias em Brasília. Ao todo, 50 estudantes da rede pública foram selecionados para o programa.

O IFBA e o Programa

Essa é a segunda vez consecutiva que o IFBA tem estudantes selecionados no Programa Jovens Embaixadores. Na edição de 2016, os estudantes do campus Salvador, Jadson Silva Oliveira de Jesus (18) e Lorenna Santos Vilas Boas (17) foram os únicos baianos aprovados. Para a coordenadora de Relações Internacionais da Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional e Infraestrutura (Prodin), Paula Oliveira, o destaque do Instituto no programa se deve ao maior engajamento dos estudantes com a comunidade, através da realização de trabalhos voluntários e atividades extracurriculares.

Segundo Paula, apesar de a Assessoria de Relações Internacionais não estar diretamente envolvida no processo de inscrição e seleção dos estudantes no programa, o setor tem buscado conscientizá-los por meio de divulgações. “Nosso trabalho envolve a conscientização anualmente, além da divulgação dos resultados dos ex-participantes de forma a motivar e mobilizar a comunidade interna a se engajar em oportunidades deste tipo”, destacou.

Leia mais: Estudantes do IFBA são únicos baianos selecionados para o Programa Jovens Embaixadores 2016

 

Atualizada em 22 de dezembro, às 16h16

registrado em: