Você está aqui: Página Inicial > Instituto Federal > Notícias 2017 > Aplicativo criado por professor do IFBA promete ajudar usuários a calcular consumo de água e esgoto

Aplicativo criado por professor do IFBA promete ajudar usuários a calcular consumo de água e esgoto

por Helen Sampaio publicado: 27/06/2017 09h00, última modificação: 27/06/2017 09h00

O professor de computação do campus Feira de Santana do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), José Dihego Oliveira, que é doutor em Ciência da Computação, desenvolveu um aplicativo para auxiliar os usuários baianos com o cálculo da conta de água e esgoto. "A maior função do ‘Quanta Água’ é ajudar as pessoas a entender e planejar seu consumo de água e geração de esgoto, contribuindo para um consumo consciente”, afirma Oliveira.

IMG_5274.JPG
Foto de arquivo pessoal

A iniciativa surgiu de uma das atividades desenvolvidas na disciplina Programação, do curso superior do bacharelado em Sistemas da Informação (BSI). Na oportunidade, o professor constatou que muitos estudantes não entendiam como funciona o cálculo feito pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) e pensou que seria uma boa ideia criar o aplicativo para facilitar o entendimento dos usuários.

Ele explica que o cálculo das contas é feito com base nos seguintes índices: o perfil residencial/comercial, o consumo em metros cúbicos, o número de economias (casas/apartamentos) e os dias de consumo e que, apesar de esses dados serem de domínio público e estarem disponíveis no site da Embasa, a junção das informações para alguns ainda é complicada. “A ideia era implementar uma versão simplificada do cálculo geral da conta de água e esgoto. Apresentei o problema aos alunos como um exercício e o aplicativo veio para permitir que eles pudessem confrontar os resultados de seus cálculos (e ter uma ideia de corretude), através do aplicativo”, enfatiza o professor.

Segundo Oliveira, o projeto, que foi desenvolvido neste mês de junho, teve como um dos seus maiores desafios o de encontrar uma forma de dispor os elementos visuais a fim de que eles fossem autoexplicativos. “O app leva em consideração a nova tarifa com vigência a partir do dia 6 de junho e permite calcular o percentual de aumento para a faixa de consumo, já que a tabela é progressiva e cada faixa de consumo possui um percentual próprio de aumento. Através dele é possível também projetar o valor mensal com base no consumo registrado em um período inferior a 30 dias, além de salvar ou compartilhar o resultado dos cálculos que são exibidos em um gráfico simples e direto”, destaca o professor, que estuda a possibilidade de inserir uma função no app para que as pessoas possam fazer alertas de vazamentos e problemas relacionados ao fornecimento de água e esgoto.

“Quanta água” é um software gratuito e livre de propagandas e está disponível em versão compatível com Android. Faça o download aqui.

Uso de dispositivos móveis

Oliveira já teve outra experiência no desenvolvimento de aplicativos: o aplicativo “Alô Alô IFBA”, criado com o objetivo de facilitar a comunicação entre as unidades do Instituto. Para ele, o uso de dispositivos móveis como forma primária de acesso à informação é regra na atualidade.

“O custo dos aparelhos, a alta portabilidade e a expansão das redes de conexão, fazem da programação mobile um imperativo e não uma opção para o mundo do desenvolvimento de software. Desenvolver esses aplicativos simples foi uma forma de incentivar alunos e colegas  a se interessarem pela área e, ao mesmo tempo, produzir algum impacto na vida das pessoas. Existem outros projetos gratuitos, sociais e sem fins lucrativos em andamento e estou aberto às demandas da comunidade por sugestões”, finaliza.

Leia mais: Aplicativo “Alô Alô IFBA” é nova ferramenta de comunicação da comunidade IFBA

registrado em: