Você está aqui: Página Inicial > Instituto Federal > Notícias - 2015 > Estudante do câmpus Salvador desenvolve aplicativo para o serviço de mototáxi

Estudante do câmpus Salvador desenvolve aplicativo para o serviço de mototáxi

publicado: 30/07/2015 09h45 última modificação: 13/01/2016 18h28

No último semestre da graduação tecnológica de análise e desenvolvimento de sistemas (ADS), o jovem Mateus Carvalho, estudante do câmpus Salvador do IFBA, já colhe os frutos da sua formação. 

Ao lado dos estudos, Matheus conciliou a vida acadêmica com o mundo do trabalho, e antes mesmo de concluir o nível superior, desenvolveu um aplicativo voltado para mototaxistas e passageiros, a fim de facilitar o transporte nas cidades e contribuir com a discussão sobre a regulamentação dessa categoria profissional. 

A equipe da Divisão de Comunicação do câmpus conversou com o aluno para saber mais detalhes sobre o Mototáxis, que está disponível na loja do Google Play desde junho deste ano. Feira de Santana e Manaus foram as primeiras contempladas com a novidade. Cruz das Almas e Alagoinhas estão na lista das próximas candidatas, além de cidades dos estados de Pernambuco, São Paulo e Santa Catarina. 

Para ser um embaixador do aplicativo e levá-lo para a sua cidade, basta enviar um e-mail para contato@motaxis.com. Mais informações sobre essa invenção que está fazendo sucesso estão disponíveis no site www.motaxis.com. 

DSC_0058_ed

 

DC - Como surgiu a ideia?

MC - Durante um concurso de aplicativos promovido pelo Instituto Embratel Claro, em São Paulo, que aconteceu no mês de fevereiro, eu estava concorrendo com um app para festas e baladas. Na ocasião, tivemos palestras sobre diversas áreas, como empreendimento. Uma delas foi do Renato Freitas, um dos fundadores do “99 Táxis”. Aí me veio a ideia de fazer o aplicativo para o serviço de mototáxi, que é uma realidade bem aqui do Nordeste. Agora este aplicativo é também o meu TCC, com orientação do professor Manoel Carvalho Marques Neto. 

DC - Como se dá o funcionamento do Mototáxis? 

MC - Existem duas versões do aplicativo: a do passageiro e a do mototaxista, ambas gratuitas. Através do app, o GPS do celular localiza o endereço automaticamente, então basta o usuário preencher seus dados, com um ponto de referência, e o sistema vai buscar os 10 mototaxistas mais próximos em um raio de 3km. É disparado um alerta e, o primeiro mototaxista que aceitar, vai buscar o passageiro, que visualiza os dados do profissional, tais como foto, telefone, nome, placa e modelo da moto e pode, inclusive, acompanhar o mototaxista no seu deslocamento. 

DC - Por que este tema e qual a sua importância para a sociedade, especialmente para a capital baiana? 

MC - Acredito que o aplicativo ajudará a valorizar ainda mais a categoria dos mototaxistas. Isso pode ajudar o serviço a se tornar regularizado em cidades que ainda não são, como Salvador, dando mais segurança ao passageiro. A moto é um meio de transporte mais rápido e em cidades com trânsito quase sempre congestionado, como Feira de Santana – que detém a maior frota de mototáxi regulamentada do estado, é uma boa alternativa, além de ser mais barato que um táxi. É importante ressaltar que o app só será disponibilizado em cidades onde o serviço é regularizado pela prefeitura. O mototaxista que queira se beneficiar com o aplicativo deve estar em dia com sua documentação no órgão controlador. Assim, damos mais segurança ao passageiro e banimos a clandestinidade. 

DC - De que maneira o curso de ADS contribuiu para o desenvolvimento do software? 

MC - Acredito que o curso e os docentes me deram uma formação sólida para desenvolver tal solução. Cada disciplina tem sua importância na concepção deste software. 

DC - Em que fase está o aplicativo? 

MC - Penso em aperfeiçoar o app com novas funcionalidades. Eu fiz uma versão básica para lançar, e estou melhorando cada vez mais. Ainda estou à procura de investidores, pois, no momento, o aplicativo não gera lucro. Uma das novidades será o pagamento por cartão de crédito, mas, atualmente, estou trabalhando com a possibilidade de o usuário escolher o mototaxista que irá buscá-lo. 

 

Atualizada em 31 de julho de 2015 às 8h22

Divisão de Comunicação - câmpus Salvador
Foto: arquivo pessoal

 

registrado em: