Você está aqui: Página Inicial > Instituto Federal > Notícias - 2015 > Encontro baiano discutirá a educação do campo

Geral

Encontro baiano discutirá a educação do campo

publicado: 25/02/2015 14h41 última modificação: 07/12/2015 17h23

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) promove no dia 3 de março, a partir das 8h, o I Encontro baiano de educação do campo e educação profissional e tecnológica, juntamente com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IF Baiano) e a Delegacia Federal do Ministério de Desenvolvimento Agrário no Estado da Bahia, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

Também participam da iniciativa, grupos ligados à questão do campo, entre os quais Escolas Famílias Agrícolas (EFAs) e movimentos sociais do campo. O evento acontecerá no centro de treinamento de líderes da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), em Itapuã. Representarão o IFBA: o pró-reitor de extensão, relações empresariais e comunitárias, José Roberto Oliveira; a chefa do departamento de relações comunitárias, Vera Lúcia dos Santos; a pedagoga Cíntia Santos; e as assistentes de administração, Teresa Bahia e Patrícia Seixas.

O encontro tem o objetivo de proporcionar um espaço para discussões e apresentações de propostas que promovam o fortalecimento da educação do campo, nas modalidades do ensino médio e superior, e programas da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica (RFEPT), como o Programa Nacional de Educação do Campo (Pronacampo). Ele visa à ampliação do acesso e à qualificação da educação básica e superior, através de ações voltadas ao acesso e à permanência na escola, à aprendizagem e à valorização do universo cultural das populações do campo.

O programa do Ministério da Educação (MEC) está entre os temas dos painéis do encontro, que abordarão também o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), do Governo Federal, e o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera), do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), vinculado ao MDA.

Para José Roberto, esta é a oportunidade do IFBA e do IF Baiano pensarem a educação do campo de modo conjunto. “É importante para que possamos refletir sobre a educação no campo e a participação dessas instituições na busca de estratégias para implementar as metas do Governo Federal, para a educação dos cidadãos que se encontram envolvidos com a agricultura familiar”, enfatizou.