Você está aqui: Página Inicial > Instituto Federal > Notícias - 2015 > Campus Seabra promove audiência pública na sexta-feira

Campus Seabra promove audiência pública na sexta-feira

publicado: 15/10/2015 08h32 última modificação: 20/01/2016 14h42

Acontece nesta sexta-feira (16), às 8h, no campus Seabra, audiência pública para tratar das condições da estrada que dá acesso ao Instituto. 

O campus Seabra foi inaugurado em  2011 e oferece cursos técnicos integrados de informática e meio ambiente - este último também disponível na forma subsequente ao ensino médio. No entanto, diante da dificuldade de deslocamento e falta de segurança no trajeto, a instituição está impossibilitada de funcionar no turno noturno.

“Precisamos garantir a pavimentação e iluminação da estrada o quanto antes. Já são quase cinco anos de espera!”, pontua o diretor geral, Robson Menezes. Desde a inauguração do Campus, diversos prefeitos da região se comprometeram com o fortalecimento do IFBA na Chapada Diamantina, o que incluía o acesso e a permanência dos estudantes - com destaque para a oferta de transporte e estruturação da estrada. “Finalizamos as obras, acompanhamos a mudança das gestões municipais e o compromisso não se tornou realidade”, acrescenta o diretor. 

Em virtude da impossibilidade de funcionamento do campus à noite, os aprovados nos cursos técnicos subsequentes ainda não começaram seus estudos. “Hoje funcionamos até às 17h por conta da falta de segurança. Alguns alunos e funcionários já foram assaltados. Com a realização desta audiência pública, pretendemos unir forças para que a estrada fique pronta o mais rápido possível. O Campus Seabra atende a mais de dez municípios da Chapada Diamantina. Toda a região pode ser beneficiada com a oferta de educação federal pública e gratuita”, conclui Robson.

Para a egressa do curso técnico subsequente de meio ambiente, Tatiane Silva, a precariedade do trajeto e do serviço de transporte municipal dificultou o seu dia a dia no Instituto. Natural do povoado do Velame, situado a cerca de 20 km da cidade, Tatiane se formou e não teve a oportunidade de presenciar a finalização da obra da estrada. “Ia diariamente para o campus, juntamente com minha irmã e três primas, no transporte municipal escolar. Mas o ônibus nem sempre estava disponível - como em feriados e no período da greve dos professores - então, por alguns momentos, era preciso recorrer a caronas. Era um tempo de aflição, quatro conduções: duas pra ir e duas pra voltar. O local onde a gente esperava carona logo escurecia e era um risco ficar ali”, relembra a jovem.

A audiência pública vai contar com a participação de representantes do poder público municipal, estadual e federal, estudantes e seus familiares, além de integrantes da sociedade civil organizada. 

Mais informações disponíveis no site do campus Seabra.

 

Coordenação de comunicação – campus Seabra

registrado em: