Você está aqui: Página Inicial > Campus Eunápolis > Notícias > Notícias Eunápolis 2018 > Pró-IFBA: projeto comemora os índices de aprovação de estudantes no Prosel
conteúdo

Pró-IFBA: projeto comemora os índices de aprovação de estudantes no Prosel

Notícias campus Eunápolis 2017

publicado: 09/03/2018 09h14, última modificação: 09/03/2018 18h10

 O resultado do processo seletivo 2018 do IFBA trouxe uma aprovação expressiva dos estudantes que participaram do Pró-IFBA, foram 27 aprovados apenas na 1º chamada regular para os cursos técnicos integrados. O projeto é uma parceria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia-Eunápolis com a Secretaria Municipal de Educação que desde 2011 não apenas prepara os estudantes de escolas públicas para participação no processo, mas principalmente visa oferecer a possibilidade de permanência desses alunos para que eles tenham uma trajetória escolar sem retenções.

O resultado foi considerado positivo pela coordenadora do Pró-IFBA, Nathalia Alem, “Foi bastante surpreendente, não que a gente não esperasse, foi surpreendido positivamente em virtude dos problemas que nós enfrentamos para iniciar as aulas, nós só conseguimos iniciar o Pró-IFBA em julho e a antecipação que tivemos no calendário da prova, então efetivamente, os meninos tiveram aulas de julho até o início de outubro, não chegaram a ter 3 meses de aulas”
No último ano, o projeto passou por uma mudança na modulação e passou a ofertar as disciplinas de português e matemática juntamente com oficinas de apoio e orientação de estudos e simulados. As aulas de português foram ministradas pela professora Izabel Bastos, da educação municipal, a docente explicou o processo de preparação dos conteúdos ensinados no Pró-IFBA “A preparação dos conteúdos lecionados no projeto se dá a partir do que está posto e exigido no edital do processo seletivo do IFBA para os alunos do integrado. No caso do Pró-IFBA/2017, sabíamos que não era possível contar, no planejamento, com todos os conteúdos determinados no edital, então houve uma análise das provas anteriores para se perceber a maneira como os conteúdos são cobrados no formato das provas, principalmente nos últimos cinco anos e, por fim, a escolha de assuntos que fossem mais recorrentes e/ou que fossem capazes de dar maior suporte e abarcassem mais conhecimentos provavelmente exigidos no processo”.


Quem é o aluno do Pró-IFBA

O projeto surgiu em 2011 após um estudo realizado no ano anterior com o objetivo de oferecer ferramentas para que o aluno de escola pública tenha menos dificuldades e para diminuir o número de evasão e repetência. Os nomes dos estudantes que fazem parte das turmas são enviados pelas escolas municipais, além deles também podem participar como ouvintes os parentes de servidores e terceirizados do IFBA Eunápolis.

Mudanças no Pró-IFBA

Os resultados obtidos com a nova modulação contribuíram para que a coordenação esteja propondo alterações para o projeto a partir deste ano, além da modulação das disciplinas “ O Pró-IFBA passará a ser um projeto de extensão permanente, ele não será um projeto intermitente como ele vinha sendo de 2011 para cá, ele vai ser permanente e vai ter uma periodicidade anual, as aulas irão funcionar de fevereiro ou março até dezembro, nós não interromperemos mais as aulas com a realização do exame de seleção” revelou Nathalia.

A previsão é que em 2018 as aulas comecem no mês de abril “A nossa previsão é que nesse mês de março a gente mapeie as escolas públicas, faça um calendário para visita e apresentação do programa para estudantes e direção das escolas para que até o final do mês eles façam os sorteios, nos entreguem as listas para que em abril a gente comece as aulas. As escolas precisam fazer os sorteios, esses alunos precisam ser matriculados, eu faço reunião com os pais para incentivar a matrícula, apresentar o projeto, antes mesmo das aulas começarem a gente tem todo um período, então eu acredito que em abril. Eu gostaria de registrar minha gratidão a todas as pessoas que apoiaram o projeto ano passado, dizer da importância da parceria com a Secretaria de Educação, a colaboração da professora Izabel, e a todos no campus que tem apoiado, direção, direção acadêmica”.